Advogado é preso pela PC após esquecer pendrive com pornografia infantil no Fórum de Santarém


Operação deflagrada pelo NAI após minuciosa investigação. Justiça havia decretado busca e apreensão. Movimentação de policiais em frente à sede do NAI, em Santarém
Reprodução/Redes Sociais/Arquivo
Um advogado foi preso em flagrante na manhã desta terça-feira (15), no bairro Santíssimo, em Santarém, oeste do Pará, por armazenamento de pornografia infantil. As investigações que levaram à prisão do suspeito foram realizadas pelo NAI (Núcleo de Apoio à Investigação), sob o comando do delegado Silvio Birro e colaboração da delegada Milla Moura.
De acordo com a polícia, a investigação iniciou após o advogado esquecer um pendrive no Fórum de Justiça de Santarém. O dispositivo continha arquivos de pornografia infantil e foi encaminhado para a perícia.
A Justiça havia expedido mandado de busca e apreensão que foi cumprido na casa do suspeito, na manhã de hoje, onde a polícia encontrou mais material pornográfico.
À delegada Milla Moura, durante depoimento na sede do NAi, após a prisão, o advogado confirmou que de fato armazenava pornografia infantil, mas que acha que não é crime.
*Reportagem em atualização
Leitores On Line