Acusado de feminicídio ocorrido em 2018, em Garopaba, é preso em São Paulo

Polícia Civil de Garopaba desvendou o paradeiro do assassino após longa investigação que contou com apoio da PC de São Paulo. Vítima foi encontrada morta em uma pousada no Ferraz.


Acusado de feminicídio ocorrido em 2018, em Garopaba, é preso em São Paulo

Andrea Ruon, de 44 anos, foi encontrada morta em uma pousada na região Central de Garopaba, em dezembro de 2018 (Fotos: Divulgação/PC)

A Polícia Civil (PC) de São Paulo prendeu um homem foragido da Justiça Catarinense pelo crime de feminicídio ocorrido em dezembro de 2018, em Garopaba. Reginaldo Anselmo Garcia é acusado de ter assassinado Andrea Ruon, de 44 anos, encontrada morta em um quarto de uma pousada no Ferraz, região Central da cidade.

Segundo relato dos Policiais, a vítima foi encontrada deitada na cama com uma corda no pescoço e um travesseiro na face, apresentando sinais de esganadura. Após a localização do corpo, desde o princípio, as provas e circunstâncias apontavam para Reginaldo, companheiro da vítima. Ele tinha registros de ocorrências anteriores de violência doméstica, além de passagens por outros crimes e prisão em flagrante em outros municípios do Estado por crime semelhante.

Ainda de acordo com o que foi apurado pela Polícia Civil de Garopaba, após o crime, o assassino teria passado por diversos Estados do país, entre eles, Mato Grosso, Bahia e por último estava foragido no Estado de São Paulo, onde foi preso.

O paradeiro de Reginaldo foi identificado após longa investigação da PC de Garopaba, que contou com auxílio da PC do Estado de São Paulo representados pela Del. Sec. De Guarulhos e, por último pela DISE – Del. Sec. Santo André, a qual deu cumprimento ao mandado de prisão em desfavor do acusado.

Reginaldo deverá ser transferido nos próximos dias para Santa Catarina para responder pelo crime de Homicídio qualificado.

Com Agências

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line