Acre confirma mais 7 mortes por Covid-19 neste domingo e total chega a 426


Foram mais de 110 casos em 24 horas, subindo para 16.190 o número de pessoas infectadas pela doença. Acre confirmou mais 7 morte por Covid-19

O boletim deste domingo (12) divulgado pela Secretaria de Saúde do Acre confirma mais 110 pessoas infectadas pelo novo coronavírus no estado nas últimas 24 horas. O número de contaminados subiu de 16.080 para 16.190. Foram confirmadas também mais 7 mortes, saindo de 419 para 426.
Das mortes, 6 pessoas são do sexo masculino e 1 do sexo feminino, com idades entre 50 e 99 anos. Destes, 5 são de Rio Branco, 1 de Manoel Urbano e 1 do Jordão, a primeira confirmada no município.
Veja como estão os casos de Covid-19 em cada cidade
O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril. A incidência da Covid-19 no Acre é de 1.835,7 casos por 100.000 habitantes, os municípios de Assis Brasil e Cruzeiro do Sul apresentam as maiores incidências do Estado com 3.020,1 e 2.671,5/100.000 habitantes.
Ocupação dos leitos
No Pronto-Socorro de Rio Branco dos 10 leitos de UTI existentes, 9 estão ocupados, com uma taxa de ocupação de 90%. No Into-AC, dos 28 existentes, 22 estão ocupado (78,6%). No Santa Juliana dos 8 disponíveis, 6 estão ocupados (75%). Leitos clínicos em Rio Branco, dos 165 disponíveis, 90 estão ocupados (54,5%).
Demais municípios do Baixo Acre, dos 16 existentes, 5 estão ocupados (31,3%).
Alto Acre, dos 19 leitos clínicos disponíveis, 8 estão ocupados (42,1%). No Juruá, dos 10 leitos de UTI disponíveis, 7 estão ocupados (70%). Leitos clínicos são 75 e 64 estão ocupados (85,3%).
Mortes por cidades
Mortes
Das 7 mortes, 5 foram em Rio Branco, 1 em Manoel Urbano e 1 em Jordão.

Rio Branco
A primeira vítima de Rio Branco tinha 50 anos. Ele deu entrada no dia 8 de junho no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) e faleceu no dia 4 de julho.
A segunda vítima tinha 58 anos. Morador de Rio Branco, deu entrada no dia 9 de julho, no Huerb, e morreu nesse sábado (11).
A terceira vítima da capital é um idoso de 63 anos que deu entrada no dia 15 de junho no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), e também morreu nesse sábado.
A quarta vítima tinha 68 anos e também morava em Rio Branco. Ele deu entrada no dia 26 de junho no Into-AC e morreu no dia 4 de julho.
A quinta vítima era uma mulher de 61 anos. Moradora de Rio Branco, deu entrada no dia 5 de julho na UPA do Segundo Distrito e morreu também no sábado.
Manoel Urbano
A vítima de Manoel Urbano tinha 59 anos. Ele deu entrada no dia 27 de junho na UPA do Segundo Distrito e morreu neste domingo.
Jordão
A primeira morte registrada em Jordão foi a do indígena Roldão Kaxinawá, de 99 anos. Ele estava internado no Into-AC desde o dia 1º de julho e morreu também no sábado.
Números
Dos 426 óbitos, 295 (69,2%) ocorreram em pessoas acima de 60 anos. De acordo com o sexo, 261 (61,3%) óbitos ocorreram no sexo masculino e 165 (38,7%) no sexo feminino.
Dentre o total de mortes, 289 (67,8%) vítimas tinham alguma comorbidade, porém verifica-se que 137 (32,2%) das pessoas que evoluíram para o óbito não tinham histórico de comorbidades, segundo a Saúde.
Ainda conforme a Sesacre, são 37.943 casos notificados no estado, sendo que 21.619 foram descartados. Mais 134 seguem aguardando resultado de exame laboratorial por RT-PCR do laboratório Mérieux e do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre, o Lacen-AC.
Outras 9.198 pessoas receberam alta médica e não apresentam mais o vírus no organismo, enquanto 194 pessoas seguem hospitalizadas.
Maiores taxas de contaminação a cada 10 mil habitantes:
Assis Brasil – 302
Cruzeiro do Sul – 267
Bujari – 263
Santa Rosa – 256
Tarauacá- 203
Rio Branco – 196
Casos de Covid-19 por cidades

Com Agências

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line