Tuesday, 04 August, 2020

JORNAL TIJUCAS

A fase mais crítica da pandemia em SC na visão dos prefeitos


Chefes do Executivo de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis e Joinville falam sobre os trabalhos e os desafios no momento mais crítico do combate à doença

prefeitos-pandemia-coronavirus
Montagem com as fotos dos prefeitos

Na edição de 16 de maio, quando Santa Catarina completava dois meses de enfrentamento oficial da novo coronavírus, a reportagem entrevistou prefeitos de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis e Joinville – cidades importantes de cinco regiões diferentes do Estado – para saber como estava o combate ao vírus. Os municípios e o Estado conviviam com uma série de intervenções e restrições para minimizar o contágio do coronavírus.

A época, Santa Catarina registrava 7.811 casos confirmados da Covid-19, 1.938 catarinenses em tratamento, 2.651 curados, 433 casos em análise e 89 mortes. Naquela oportunidade, fizemos as mesmas cinco perguntas aos prefeitos para falar sobre os trabalhos, o papel da população, os desafios, os ensinamentos e como a sociedade deve passar pela pandemia.

Cidades do Sul de SC anunciam novas medidas no combate ao coronavírus

Passados quase três meses, a situação piorou. SC vive um momento de aceleração vertical no número de casos e morte causadas pelo vírus. Conforme o governo do Estado, 12 das 16 regiões catarinenses estão com risco epidemiológico gravíssimo e outras três em situação grave, segundo dados atualizados na última quarta-feira, dia 29.

Homens morrem mais por coronavírus em SC e Vale do Itajaí é a região mais afetada

Na semana em que os catarinenses lamentam a triste marca de 1 mil vidas perdidas para a Covid-19, voltamos a entrevistar os prefeitos Mário Hildebrandt (Podemos), Luciano Buligon (PSL), Clésio Salvaro (PSDB), Gean Loureiro (DEM) e Udo Döhler (MDB), com as mesmas perguntas feitas em maio.

mario-prefeito-blumenau
Mário Hildebrandt

(Foto: Eraldo Schnaider, Prefeitura de Blumenau , Divulgação)

O principal desafio é baixar a taxa de ocupação das UTIs e buscar o equilíbrio entre a saúde e a economia

Mário Hildebrandt (Podemos), prefeito de Blumenau

luciano-prefeito-chapeco
Luciano Buligon

(Foto: Sirli Freitas, Especial, BD)

Ainda precisamos nos manter absolutamente vigilantes e cumprindo com muita determinação todas as regras sanitárias

Luciano Buligon (PSL), prefeito de Chapecó

clesio-prefeito-criciuma
Clésio Salvaro

(Foto: Guilherme Hahn, Especial, BD)

Governar é estar na berlinda constantemente. Cuidar de pessoas, quando você é o centro das decisões, é o maior desafio

Clésio Salvaro (PSDB), prefeito de Criciúma

gean-prefeito-florianopolis
Gean Loureiro

(Foto: Diorgenes Pandini, BD)

As pessoas estão cansadas no isolamento e muitas começam a relaxar nos cuidados. O desafio de todos nós é manter o estado de vigilância e cuidados

Gean Loureiro (DEM), prefeito de Florianópolis

udo-prefeito-joinville
Udo Döhler

(Foto: Jaksson Zanco, Divulgação, BD)

O cenário de inverno é o mais crítico. Por isso os esforços também estão focados na ampliação de mais leitos de UTI

Udo Döhler (MDB), prefeito de Joinville

Obter novas postagens por e-mail:

Cadernos

Confira…



Fale conosco
redacao@jornaltijucas.com.br 
+554833330097

 

Leitores On Line

 

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE