Liga Portugal procura parcerias no mundo dos NFTs

Liga Portugal

Na semana passada, a Liga Portugal, liga de futebol europeia, anunciou seu primeiro tender centralizado para escolher parcerias no mundo dos NFTs. A liga espera receber propostas de produtos digitais para as próximas temporadas de 2022/2023, 2023/2024 e 2024/2025.

O concurso em parceria com a primeira e a segunda divisão se divide em duas categorias: NFT Fantasy Games e Digital Player Collectible.

Na categoria NFT Fantasy Games, a ideia é que sejam desenvolvidas propostas de jogos em blockchain, utilizando o desempenho dos jogadores da liga na vida real dentro do jogo. Um exemplo de projeto muito parecido é o fantasy game de futebol Sorare, que já conta com mais de 200 parcerias com clubes, atletas e organizações esportivas. 

Já na categoria Digital Player Collectible, o incentivo é para a criação de produtos que utilizem imagens e conteúdos dos jogadores em forma de NFTs, permitindo que os fãs troquem os itens entre si. 

Para saber informações sobre a candidatura, os interessados precisam enviar email para o endereço [email protected]. Empresas com sede em Portugal ou no estrangeiro com experiência no uso de tecnologia blockchain e na criação de itens como os requisitados podem avançar no concurso. 

Ao Máquina Esporte, a liga explicou que a busca por parcerias NFTs faz parte de um projeto de internacionalização da organização.  

Football Association também procura parcerias NFTs

Além da Liga Portugal, mais uma organização esportiva anunciou a busca por parcerias NFTs recentemente. A entidade inglesa Football Association (FA) está procurando uma empresa para estrear no mundo da Web3. A ideia é desenvolver uma plataforma de NFTs que se foque nos times sênior masculino e feminino. A empresa escolhida poderá utilizar nomes e apelidos de jogadores, filmagens oficiais de partidas, logos dos times e imagens de objetos da entidade. 

Essa busca faz parte de uma estratégia de uso de NFTs mais ampla da FA. “O foco está em fazer o melhor uso dos recursos da FA para benefício comercial do jogo e para abrir mais mais oportunidades de engajar os fãs. O processo vai incluir identificar uma parceria NFT para ajudar a marca da FA a crescer e prosperar, ao mesmo tempo também sendo compreensível e transparente com fãs sobre a opção de comprar e o risco associado”, afirma o site oficial da associação. 

Segunda a FA, parte dos lucros desta plataforma seriam revertidos para investimento no próprio esporte. 

Mundo dos esportes investe em NFTs

Os NFTs esportivos são um dos setores mais lucrativos e populares do mundo cripto. Principalmente durante a pandemia, o uso das tecnologias blockchain é visto como uma solução para a crise de clubes, além de uma forma de aproximar e engajar os fãs. 

E ainda há a integração com outro setor muito lucrativo, o dos jogos blockchain. A Sorare é um exemplo bem sucedido. No fantasy game, o usuário precisa comprar cards NFTs colecionáveis de jogadores reais para competir em partidas online. Usuários com boas posições nas ligas virtuais ganham recompensas em criptomoedas. 

Lançado em 2018, o jogo já acumulou 260 parcerias com times, atletas e organizações esportivas e mais de 2 milhões de usuários ao redor do mundo. 

Mesmo em um momento difícil para o mercado cripto, mais times e atletas continuam investindo nos NFTs e nas criptomoedas.