A ‘balsa do sexo’, um dos experimentos mais estranhos de todos os tempos




O antropólogo que construiu um barco para estudar o comportamento de pessoas ‘sexualmente atraentes’ em alto mar. Pequeno barco com 10 voluntários embarcados para fazer uma viagem de 101 dias ficou conhecido como ‘balsa do sexo’

‘BBB’, ‘De Férias com o Ex’ etc. não são conceitos novos. Em 1974, o antropólogo espanhol-mexicano Santiago Genovés fez um dos experimentos mais estranhos de todos os tempos. Foi batizado “balsa do sexo”.


Ele achava que não havia laboratório melhor para estudar o comportamento humano do que um grupo que flutua em alto mar.


Então ele construiu um barco bem pequeno, em que 10 voluntários embarcaram para fazer uma viagem que duraria 101 dias, sem motor, eletricidade, tampouco “barcos a acompanhando, ou possibilidade de recuar”.


Ele escolheu pessoas “sexualmente atraentes”. Veja nesse vídeo como o experimento se desenvolveu.