O vulcão Stromboli, que fica em uma ilha da Sicília, na Itália, teve duas explosões fortes neste domingo (19), confirmou o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV). As explosões não causaram danos, mas geraram um alerta para os moradores.

Segundo nota oficial do órgão, a forte intensidade das explosões na cratera foi caracterizada pelo lançamento de fragmentos de lava incandescentes – a chamada atividade estromboliana. O material piroclástico foi encontrado em todo o território, mas não causou nenhum tipo de problema grave. Do ponto de vista sísmico, houve uma breve sequência de eventos explosivos e um incremento “na amplitude dos tremores”.

As duas erupções de hoje foram em menor intensidade em relação aquela registrada em 3 de julho de 2019. Na época, uma pessoa morreu enquanto estava escalando um dos lados do Stromboli e cerca de 40 moradores de um bairro próximo à montanha foram evacuados.

“Por volta das 5 horas da manhã, nós fomos acordados com duas fortes explosões que, por um segundo, voltou a nos dar medo. Por sorte, não aconteceu nada de grave e tudo está sob controle agora”, disse o dono de um pequeno mercado na ilha, Gianluca Giuffré. De acordo com um guia turístico local, Mario Cincotta, há cerca de 100 turistas na ilha neste domingo.

“Mas, está tudo normal, não há motivo para pânico. O vulcão apenas fez seu trabalho. Há dois dias ele está em plena atividade estromboliana, oferecendo um espetáculo fascinante seja para quem está no mar ou na área 290”, ressaltou Cincotta referindo-se ao limite do território em que é possível ir à pé.

O Stromboli, ao lado do Etna e do Vesúvio, é um vulcão bastante ativo no território italiano e vem registrando constante atividade ao longo dos últimos anos.