Visão da área das Ruas Geary e O’Farrell com uma névoa laranja do incêndio florestal cobre São Francisco, Califórnia

O estado da Califórnia sofre com incêndios florestais há alguns meses e os reflexos da destruição está ainda mais visível para os americanos. A fumaça provocada pelas queimadas deixou o céu de São Francisco alaranjado nos últimos dias.

As chamas já consumiram mais de 890 mil hectares. No norte do estado, três pessoas morreram por causa dos incêndios e milhares de pessoas tiveram que abandonar suas casas.

Visão da área das Ruas Geary e O'Farrell com uma névoa laranja

Visão da área das Ruas Geary e O’Farrell com uma névoa laranja do incêndio florestal cobre São Francisco, Califórnia

Foto: Adrianna Tan/Reuters

Cientistas avaliam que o aquecimento global tem contribuído para extremos nas estações chuvosa e seca no Oeste americano, fazendo com que a vegetação floresça e depois seque, deixando a área mais propícia para os incêndios.

Incêndios na Califórnia deixam céu em tom alaranjado

Incêndios na Califórnia deixam céu em tom alaranjado

Foto: Reprodução/CNN

A temporada de incêndios na Califórnia já é a mais destrutiva da história, segundo o Departamento de Proteção contra Incêndios do estado norte-americano.

A área atingida pelas chamas neste ano superou os 790 mil hectares destruídos em 2018 e já é a maior desde 1987, quando a série histórica começou a ser registrada.

Incêndios em São Francisco, na Califórnia, deixam céu em tom alaranjado;

Incêndios em São Francisco, na Califórnia, deixam céu em tom alaranjado;

Foto: Reprodução/CNN

(Edição: André Rigue)

 

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line