#Verificamos: É falso que Globo ‘aumentou’ gráfico para manipular números de mortes por Covid-19 em Petrolina (PE)

Circula nas redes sociais uma captura de tela de um telejornal de Pernambuco da TV Globo. Segundo a legenda, a emissora estaria tentando “aterrorizar” a população de Petrolina (PE), editando o gráfico de propósito para aparentar que o aumento do número de casos por Covid-19 refletiu no aumento de óbitos na cidade. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“BIZARRO! Para aterrorizar a população em Petrolina, jornal da GLOBO edita gráfico. Tentando mostrar que o aumento do número de casos refletiu no aumento do número de mortes. Veja que ridículo. Pasmem, aumentou de 8 para 8 mortes!”
Legenda de imagem publicada no Facebook que, até as 19h do dia 20 de julho de 2020, tinha sido compartilhada por mais de 1,7 mil pessoas

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A edição do dia 14 de julho do Bom Dia Pernambuco, da TV Globo Nordeste, apresentou uma reportagem sobre a decisão da prefeitura de Petrolina (PE) em fechar o comércio em razão do aumento no número de casos de Covid-19 na cidade. O apresentador e jornalista Pedro Lins, antes de anunciar a reportagem, mostrou na tela os números do novo coronavírus em Petrolina, informando que os casos quadruplicaram em um mês depois da reabertura do comércio.

O gráfico apresentado veio com um erro. A imagem dizia ser 8 o número de óbitos por Covid-19 em Petrolina em 1º de julho, ou seja, a mesma quantidade de mortes em 1º de junho. Entretanto, ao perceber o erro na tela, o apresentador corrigiu o equívoco. “A gente mostra 8, mas esse número está desatualizado. Na realidade não foram 8, foram 26 mortes.” Os números citados pelo apresentador são consistentes com o boletim divulgado diariamente pela Prefeitura de Petrolina.

Em nota, a TV Globo Nordeste informou que cometeu um “erro de digitação” na hora de apresentar os números. “Pedro Lins, o apresentador, percebe e corrige na hora.”

Em 11 de julho, o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, da Prefeitura de Petrolina, decidiu revogar o decreto de reabertura do comércio por 14 dias, alegando que houve um aumento no número de casos de Covid-19. A prefeitura havia decretado a abertura das atividades comerciais em 1º de junho.

Até domingo (19), o número de casos confirmados de Covid-19 em Petrolina era de 1.945, enquanto o de óbitos chegou a 43.

O deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) também publicou um tuíte com a mesma imagem, no qual escreveu: “se as mortes não aumentam, se aumenta o tamanho do gráfico”.

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.