Vereador faz balanço das ações no Legislativo em 2019

Targino Henrique de Souza, vice-presidente da Câmara, (PP) reuniu a imprensa e falou sobre os últimos três anos de legislatura e sobre os trabalhos da Mesa Diretora neste ano.


Vereador faz balanço das ações no Legislativo em 2019

Targino H. de Souza em entrevista coletiva no último sábado (28) (Foto: Thiago Pereira)

O Vereador Targino Henrique de Souza (PP) fez, na manhã do último sábado (28), um encontro com a imprensa de Garopaba para falar sobre as ações no Legislativo ao longo do ano de 2019. Acompanhado do advogado Handerson Laertes Martins, presidente do partido, e do pré-candidato a prefeito Carlos Anael da Silva, Targino fez um balanço do primeiro ano da gestão da nova Mesa Diretora e falou sobre os feitos da bancada que ele representa.

O vice-presidente do Legislativo abriu o encontro trazendo dados da bancada. Segundo o legislador, em 2019, a Bancada Progressista fez 60 indicações, 26 requerimentos, 16 Projetos de Lei Ordinária e 10 moções.

Questionado, o legislador mencionou que não há nenhum acordo com relação à troca de comando da Câmara e que está feliz com as conduções de Micheline A. de Araújo Luiz (MDB). O Progressista comentou ainda sobre o retorno que a Câmara efetuou ao Executivo. As sobras dos duodécimos, quase R$ 27 mil, voltam com a indicação da Mesa de serem repassadas ao Corpo de Bombeiros de Garopaba. Segundo o Portal da Transparência, em 2019, a Câmara de Vereadores recebeu pouco mais de R$ 2,5 milhões.

Sobre a Cosip, o legislador falou que o caso foi encaminhado ao Ministério Público, mas até o momento nenhuma informação nova foi divulgada. Vale lembrar que a abertura da Comissão Especial de Inquérito (CEI) foi rejeitada. Votaram contra os vereadores Sérgio Luiz Gonçalves e Luiz Bernardo, ambos do MDB, Luizinho Campos (PSB) e Tatiane Rosa Ávila Pacheco e Sidney de Souza, da bancada pessedista.

Sobre a Cosip, o que foi apurado, na Comissão de Fiscalização, presidida pelo vereador Junior de Abreu Bento (PP) é que, em análise a notas fiscais enviadas pela Secretaria de Infraestrutura, por meio de requerimento, segundo relatório final, encontrou-se alguns indícios de irregularidades na compra de materiais por parte do Executivo. A bancada da situação convocou uma reunião com a presença do prefeito Sérgio Cunha (PSD) e apresentaram os dados da Cosip, bem como as lâmpadas de LED que estão sendo instaladas no município. Na época – em setembro, a arrecadação da Cosip, neste ano, estava em R$ 4,4 milhões.

Targino também falou sobre o Cemitério Municipal e sobre as obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que estão paradas. Segundo o vereador, já foram encaminhados requerimentos ao Executivo sobre os dois casos. Sobre a UPA a alegação é que a empresa pediu rompimento do contrato, já sobre o Cemitério, a única informação que o legislador trouxe é que o município comprou um terreno próximo ao Cemitério local.

Ainda sobre o cemitério, Targino lembrou que a bancada Progressista destinou parte das emendas impositivas pouco mais de R$ 300 mil para obras de melhorias no local no ano que vem.

Um internauta que acompanhava a transmissão ao vivo de um dos veículos que cobria a coletiva questionou o legislador a respeito da fiscalização quanto ao serviço da empresa Ressamb, responsável pela coleta do lixo em Garopaba. No entanto, Targino disse que não houve nenhuma recomendação contrária do Tribunal de Contas do Estado, quanto as contas do Executivo.

Sobre as eleições do ano que vem Targino aposta em nova candidatura ao Legislativo, e finalizou lembrando as emendas parlamentares que ele e os vereadores Jorge Augusto da Silva Chaves e Junior Abreu Bento trouxeram desde 2017 quando iniciaram o mandato. Ao todo, os repasses por meio de deputados federais se senadores soma R$ 500 mil. O ex-deputado Jorge Boeira repassou R$ 350 mil em 2017 e 2018 e o senador Esperidião Amin repassou R$ 150 mil neste ano. Os recursos são indicados para serem utilizados na área da saúde.

Idosos

Emocionado, Targino relembrou dos pais, que perdeu ainda cedo, ao falar do trabalho feito junto aos idosos, na Associação Abraço Fraterno, entidade que ele ajudou a fundar. sobre o assunto, o vereador cobrou do Executivo mais ações aos idosos e falou da vontade de contruir um Centro de Convivência para a terceira idade, no município. Ele também criticou o fato dos idosos terem que levar lanche de casa em evento de encerramento dos grupos de idosos, realizado recentemente.

Com Agências

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line