UFPE faz semestre suplementar com aulas remotas a partir de 17 de agosto


Segundo reitor, alunos em vulnerabilidade serão atendidos com pacotes de internet. Ainda não há previsão para retorno das atividades presenciais. Campus Recife da UFPE

Por conta da pandemia do novo coronavírus, as aulas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foram suspensas em 16 de março deste ano. Nesta sexta-feira (10), o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da UFPE definiu que as atividades de graduação serão retomadas no dia 17 de agosto, de modo remoto, e os estudantes em vulnerabilidade terão apoio da universidade.
Saiba o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus
Coronavírus: confira perguntas e respostas
A retomada se refere às aulas da graduação. A pós-graduação, bem como mestrado e doutorado, já voltou aos trabalhos – também de forma remota.
“Foi aprovado um calendário para [início] no dia 17, que permite aos alunos se matricularem para um semestre suplementar. Ele foi aprovado por ampla maioria dos conselheiros. É uma experiência nova para toda a UFPE. Estamos fazendo a formação dos professores para lidar com as ferramentas”, explicou o reitor da Universidade, Alfredo Gomes.
A UFPE ressaltou que este semestre terá caráter “suplementar”. Ou seja: será voluntário, por adesão dos alunos que quiserem ou puderem se matricular. Quem, por qualquer razão, preferir não aderir, terá a oportunidade de repor as aulas quando as atividades presenciais voltarem a ocorrer, o que ainda está sem previsão.
De acordo com o reitor Alfredo Gomes, a UFPE disponibilizará ferramentas e equipamentos para estudantes que, de outro modo, não teriam condições financeiras para acompanhar as aulas à distância.
Com aulas suspensas na UFPE, reitor explica calendário de atividades
“Estamos fazendo a aquisição de pacotes de internet, por meio de um programa lançado pelo Ministério da Educação (MEC) na semana passada. Todos os estudantes em situação de vulnerabilidade estarão portanto compreendidos neste programa. Vamos fazer a locação de equipamentos para os estudantes, que serão cedidos em forma de comodato. Garantimos um programa de inclusão digital bastante forte. Isso tudo está em andamento, daqui para agosto estará resolvido para que a gente possa responder adequadamente à demanda dos estudantes”, afirmou.
O semestre letivo 2020.1 permanecerá suspenso para os cursos presenciais de graduação da UFPE, até posterior deliberação do Cepe. Segundo a assessoria de comunicação da UFPE, essa é mais uma maneira de reduzir a quantidade de alunos nas salas, quando as aulas presenciais forem liberadas.
O reitor não deu nenhuma previsão para a volta das aulas presenciais. Opinou que o período remoto servirá para a UFPE “estudar” a situação e, só então, definir uma data ou um prazo. Há poucas semanas, ele mesmo admitiu que era “praticamente impossível” que a universidade tivesse aulas no modelo tradicional ainda neste ano.
Coronavírus em Pernambuco
Pernambuco passa de 70 mil casos de Covid-19
Pernambuco confirmou, nesta sexta-feira (10), mais 1.333 casos do novo coronavíus. Com isso, ultrapassou a marca de 70 mil pessoas infectadas. São, ao todo, 70.100 confirmações. O boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde também apontou que mais 73 pessoas morreram com a Covid-19. Agora, o estado totaliza 5.482 óbitos, desde o início da pandemia, em março (veja vídeo acima).

Com Agências

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line