Transporte lacustre volta a funcionar em Florianópolis nesta terça-feira

transporte-lacustre-volta-a-funcionar-em-florianopolis-nesta-terca-feira


Serviço vai operar apenas durante a semana e deve seguir as regras previstas no protocolo sanitário de controle da pandemia da Covid-19. Em Jaraguá e Rio do Sul, ônibus também voltam a circular nesta terça. Transporte lacustre volta a operar na Lagoa da Conceição na terça
O transporte lacustre vai voltar a operar em Florianópolis a partir desta terça-feira (8). De acordo com a prefeitura, o serviço vai funcionar apenas durante a semana, seguindo o protocolo sanitário de controle da pandemia da Covid-19.
A rota atendida será entre a Lagoa da Conceição e a Costa da Lagoa, ligando o Terminal Lacustre Ruth de Barros de Oliveira, do trapiche 1 até ao trapiche 23 da Costa da Lagoa, incluindo os trapiches intermediários. Conforme a prefeitura, o trajeto tem duração aproximada de 55 minutos.
Assim como nos ônibus do transporte coletivo, as embarcações do transporte lacustre também devem seguir um protocolo sanitário, determinado pela Diretoria de Vigilância em Saúde, para evitar a transmissão de coronavírus.
Veja as regras:
Uso obrigatório de máscara;
Disponibilização de recipientes com álcool gel 70% nas embarcações;
Organização interna de assentos que possibilite o distanciamento físico entre os passageiros e sinalização dos locais que podem ser ocupados;
Proibição da circulação de passageiros no interior no barco;
Manutenção das janelas abertas durante as viagens;
Proibição do consumo de alimentos durante a viagem;
Uso obrigatório de face shield (escudo facial) ou óculos de proteção e luvas pelos proeiros;
Higienização interna a cada viagem e desinfecção geral diária no término da operação;
Limpeza frequente dos locais de uso comum, como catracas, chão do terminal e cabine de cobrança;
Banheiros e bancos de espera no terminal lacustre serão interditados.
Serviço de transporte lacustre vai funcionar de segunda a sexta-feira em Florianópolis
Prefeitura de Florianópolis
Tarifa
A passagem deve ser paga por meio de bilhetes ou cartões, que ainda serão disponibilizados. De acordo com a prefeitura, os bilhetes emitidos e adquiridos antes de o serviço ter sido suspenso por causa da pandemia, no dia 18 de março, serão considerados válidos e podem ser utilizados pelos usuários. Os passageiros não cadastrados devem pagar a tarifa comum de R$ 4,25.
Já os que são cadastrados da Região da Costa da Lagoa pagam a tarifa regional, que varia conforme a categoria oficial de cadastro. Os moradores e estudantes registrados nas categorias de gratuidades devem fazer o cadastramento ou recadastramento junto à empresa Cooperbarco, responsável pelo serviço, por meio de um formulário.
Contrato
O contrato emergencial com a empresa que fará o serviço foi assinado no dia 31 de agosto. Segundo o decreto municipal, o contrato terá vigência inicial de três meses, com possibilidade de ser prorrogado pelo prazo máximo de seis meses. Se os procedimentos de licitação forem finalizados antes desse período, a contratação será encerrada, segundo a administração municipal.
A avaliação do serviço, a definição dos itinerários, quadro de horários e oferta de viagens será definida pela Secretaria de Mobilidade e Planejamento Urbano.
Ônibus em Jaraguá e Rio do Sul
O transporte coletivo municipal de Jaraguá do Sul, no Norte catarinense, e Rio do Sul, no Vale do Itajaí, voltam a circular nesta terça-feira (8).
Em Jaraguá do Sul, a lotação máxima permitida é de 50% da capacidade total e os passageiros devem usar máscaras e manter distância de 1,5 metro. Não será aceito pagamento em dinheiro dentro dos ônibus.
Ônibus voltam a circular na terça-feira (8) em Jaraguá do Sul
Em Rio do Sul, a empresa concessionária do serviço vai receber um auxílio financeiro da prefeitura pagos em quatro parcelas, sendo a primeira delas disponibilizada em setembro.
O pagamento foi aprovado pela Câmara de Vereadores de Rio do Sul.
Empresa de Rio do Sul terá auxílio financeiro para retomar transporte coletivo
Veja mais notícias do estado no site SC