Monday, 03 August, 2020

JORNAL TIJUCAS

Teste de Covid a cada dois dias em universitários é condição para volta segura às aulas, aponta estudo



Mesmo com os testes periódicos e outras medidas extras de contenção do vírus, o campus ainda não estaria livre das infecções, apontam pesquisadores das universidades americanas Harvard e Yale. Com decisão de Trump, universidades e escolas vivem o dilema: ou retomam as aulas apesar do risco sanitário ou mantêm as medidas contra a pandemia e perdem seus alunos internacionais

Estudo publicado nesta sexta-feira (31) na revista científica Jama sugere que, para reabrir os campi universitários dos Estados Unidos com segurança durante a pandemia de novo coronavírus, as instituições devem testar os alunos a cada dois dias.
Realizado por pesquisadores das universidades americanas Harvard e Yale, o estudo utiliza um modelo epidemiológico para analisar como o vírus se comportaria em um cenário em que, dentro de uma universidade com 5 mil alunos, 10 estivessem infectados e assintomáticos logo no começo do semestre.
Cidade de Nova York planeja reabrir escolas em setembro, combinando ensino presencial e remoto
Volta às aulas após quarentena: veja 10 medidas adotadas em 8 países para a retomada do ensino
Considerando que o semestre tenha 80 dias e que ocorram novas infecções todas as semanas – mas que elas sejam identificadas nos testes a cada dois dias e que os infectados sejam isolados, o modelo epidemiológico utilizado concluiu que, mesmo assim, ao final do período letivo existiriam um total de 243 infecções.
Ou seja, em um cenário epidemiológico em que apenas 0,2% dos alunos de uma instituição voltem às aulas infectados no começo do semestre, mas sejam rapidamente identificados por meio da triagem a cada dois dias, ainda assim cerca de 4,86% dos alunos ainda se infectariam, mesmo com todas as medidas, de acordo com os apontamos dos pesquisadores no estudo “Assessment of SARS-CoV-2 Screening Strategies to Permit the Safe Reopening of College Campuses in the United States”.
Além dos testes a cada dois dias, o modelo epidemiológico também considerou que o campus:
Limita a circulação dos estudantes dentro e fora do campus
Reduza significativamente as interações dos alunos com professores e funcionários
Exija o uso de máscara
Adote distanciamento entre os alunos
Os pesquisadores ressaltam que os testes não devem ser apenas clínicos, uma vez que um caso assintomático que não fosse identificado no início da infecção poderia causar um surto de coronavírus no campus.
Com a testagem em massa, o estudo estima que cada aluno deverá custar para a universidade cerca de 470 dólares a mais por semestre – em um semestre de 80 dias.
‘Jovens não são invencíveis, podem se infectar, podem morrer’, diz OMS sobre o aumento de casos da Covid-19 no grupo
Crescimento de infecções entre jovens está provocando aumento de casos na Europa, diz OMS
Por fim, o estudo ainda considera o fator fatalidade, uma vez que os jovens também podem morrer em decorrência do vírus. Neste quesito, o modelo assumiu um risco sintomático de fatalidade de casos de 0,05%.
O estudo ainda considera o mesmo cenário e condições, porém com testes sendo realizados a cada 7 dias. Neste caso, o total de infecções ao final do semestre saltaria para 1.840 casos.
Uma estratégia não serve para todas
A pesquisa é citada ainda em um texto assinado por três especialistas convidados pela Jama. O artigo afirma que, além dos testes constantes e em massa, as universidades devem adotar um conjunto de medidas que devem ser adaptadas aos recursos, estrutura e localização de cada campi. “Uma medida não serve para todas”, defende Elizabeth H. Bradley, Ming-Wen An, e Ellen Fox.
“A contenção da doença provocada pelo coronavírus (Covid-19) requer teste; intervenções comportamentais para reduzir o número de transmissões, como distanciamento social, o uso de máscara e rastreamento de contatos; e barrar a entrada de novas infecções de fora do campus”, aponta o editorial.
África do Sul fecha escolas públicas em meio à aceleração do número de casos de Covid-19

Obter novas postagens por e-mail:

Cadernos

Confira…



Fale conosco
redacao@jornaltijucas.com.br 
+554833330097

 

Leitores On Line

 

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE