Tesouros neolíticos, medievais e greco-romanos são encontrados no Reino Unido

Arqueologia (imagem referencial)

As mais recentes descobertas incluem ainda um moedor de grãos neolítico e uma moeda de prata medieval. Cada um dos objetos foi encontrado em regiões diferentes do Reino Unido: West Sussex, Bradford e Staffordshire.

Além disso, os britânicos ainda desenterraram um gancho para cinto em forma de cobra e uma pedra de arenito com inscrições em um alfabeto arcaico, provavelmente datada do século IV.

Um fato curioso é que a maioria destas descobertas ocorreu durante a quarentena por conta da COVID-19, período em que as pessoas gastaram mais tempo em casa, aproveitando para fazer uma série de modificações, reformas e descobertas.

“Com tantas pessoas gastando mais tempo em seus jardins, tem havido algumas descobertas realmente interessantes […] Vi cachimbos, pedaços de cerâmica e até instrumentos de pedra pré-históricos”, afirmou Peter Reavill, atendente do Programa de Antiguidades Portáteis do Museu Britânico.

Michael Lewis, do Museu Britânico, afirmou ao tabloide britânico The Sun que, em muitos casos, as pessoas se sentem constrangidas ao mostrar as descobertas, achando que não possuem valor e que são apenas lixo encontrado no quintal.

Contudo, o responsável afirma que está ansioso para receber chamadas sobre novas descobertas, como foi o caso de oito fragmentos de cerâmica greco-romana, desenterrados em Wymeswold, bem como uma ponta de flecha neolítica, encontrada em Sussex.

“Muitas pessoas não percebem o real significado arqueológico do que encontram”, concluiu.

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.