Tecnologia a serviço da luz do Sol e pelo bem do planeta

Tecnologia para a luz do sol, a serviço do planeta – Foto: Divulgação

Muito se ouve falar que a energia solar é algo positivo para proteger o planeta de crises climáticas, uma fonte limpa e barata de energia, que é considerada tendência nas edificações para o futuro. Mas você sabe, realmente, o que é a energia solar?

É fácil saber que este é um tipo de energia proveniente da luz e do calor do Sol. Mas há muitas tecnologias em constante evolução para serem aproveitadas por todos. Pode-se citar o aquecimento solar, a energia solar fotovoltaica, a energia heliotérmica, a arquitetura solar e a fotossíntese artificial.

Essas tecnologias podem ser ativas ou passivas, dependendo da forma como capturam, convertem e distribuem a energia solar. Entre as ativas, estão os painéis fotovoltaicos, concentradores solares térmicos das usinas heliotérmicas e os aquecedores solares.

Entre tecnologias passivas, estão a orientação de um edifício para o Sol, a seleção de materiais com massa térmica favorável ou propriedades translúcidas e projetar espaços que façam o ar circular naturalmente.

Geração fotovoltaica

Quando a energia luminosa é convertida diretamente em energia elétrica, chama-se geração fotovoltaica. Nas usinas heliotérmicas, a produção de eletricidade acontece em dois passos: primeiro, os raios solares concentrados aquecem um receptor e, depois, este calor (350 °C – 1 000 °C) é usado para iniciar o processo convencional da geração de energia elétrica por meio da movimentação de uma turbina. No aquecimento solar, a luz do Sol é utilizada para aquecer a água de casas e prédios
(≈80 °C), o objetivo aqui não sendo a geração de energia elétrica.

Como a terra recebe a energia do sol

No seu movimento de translação ao redor do Sol, a Terra recebe 1 410 W/m² de energia, medição feita numa superfície normal (em ângulo reto) com o Sol. Disso, aproximadamente 19% é absorvido pela atmosfera e 35% é refletido pelas nuvens. Ao passar pela atmosfera terrestre, a maior  parte da energia solar está na forma de luz visível e luz ultravioleta.

O potencial brasileiro na energia solar

Lembram os especialistas da Nexxen que o Brasil é um dos países com maior potencial de produção de energia solar fotovoltaica do mundo. E o uso deste tipo de energia tem crescido cada vez mais no país.

O Brasil é um dos países com maior potencial de produção de energia solar fotovoltaica- Foto: iStockphoto/ND

“Em 2019 atingimos o nosso 1º Gigawatt (GW) de capacidade instalada de sistema fotovoltaico de geração distribuída. Isso é relativo à produção de energia solar residencial e em pequenos terrenos, o que indica uma popularização dos sistemas entre a comunidade. Este foi um marco importante, mas ainda existe um potencial muito maior a ser explorado”, explica a marca.

Investimentos devem dobrar até 2022

Ainda, segundo a Nexxen, atualmente o Brasil está na 11ª posição mundial no ranking de investimento em energia solar. Segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica – Absolar, já são mais de 2.000 megawatts (MW) em usinas de geração centralizada solar fotovoltaica em operação no Brasil e a previsão é que o número praticamente dobre até 2022.

O cenário é de crescimento e quanto mais a produção e a demanda crescem, mais acessíveis ficam os preços. Além disso, existem no Brasil diversos recursos de financiamentos oferecidos por bancos, cooperativas e até mesmo pelas empresas que comercializam geradores fotovoltaicos.

Potencialidades e desafios

Existem movimentos importantes de incentivo por parte do setor público. Um exemplo é a isenção de ICMS para quem usa energia solar, que já é realidade em todo o país.

Os estados que mais produziram energia solar segundo ranking da Absolar, são Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina. O Brasil tem níveis de irradiação maiores do que os países líderes em produção de energia solar, como a Alemanha e a China, mas ainda carece de investimento na tecnologia.

Considerando que o cenário atual é de constante expansão, o país tem potencial para se tornar uma das 5 maiores potências em produção de energia solar até 2030, de acordo com os especialistas.

ONU chama países para investir em energias limpas

As Nações Unidas – ONU, por meio do chefe António Guterres, tem falado sobre a mudança promovida por governos e empresas, percebendo que a energia limpa traz mais empregos, ar mais limpo, melhor saúde e crescimento econômico mais forte.

“Os maiores investidores mundiais – incluindo alguns no Japão – estão abandonando os combustíveis fósseis porque as energias renováveis ​​são mais baratas e mais eficientes”, disse ele. “Eles entendem que não faz sentido econômico queimar dinheiro em usinas de carvão que logo se tornarão ativos perdidos. ”

O chefe da ONU pediu a todos os 193 países signatários para que apresentem contribuições nacionalmente determinadas (NDCs) “mais ambiciosas” e de longo prazo, estratégias antes da COP26, alinhadas com o objetivo de limitar o aumento da temperatura a 1,5 grau Celsius no planeta até 2030.

NEXXEN

  • Quer saber mais sobre a Nexxen? Veja AQUI.
  • Para orçamento, verifique AQUI.
  • contato@nexxen.com.br
  • Whatsapp – (19) 9 7418-5202
  • Linkedin

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line