Suspeito de estuprar menina de 13 anos é preso na Grande Florianópolis

Homem de 23 anos disse à Polícia Militar que conheceu a vítima em uma rede social

Um homem de 23 anos foi preso no final da tarde desta quinta-feira (10), suspeito de estuprar uma menina de 13 anos em São João Batista, na Grande Florianópolis. À polícia, ele alegou que conheceu a adolescente em uma rede social e que ela disse que tinha 15 anos.

O pai da vítima foi quem acionou a Polícia Militar. Ele relatou aos agentes que chegou em casa e percebeu que a filha estava trancada no quarto. Disse ainda que ouviu “vozes diferentes” vindas do cômodo e que a filha se negava a abrir a porta.

Diante disso, ele foi até a janela do quarto da filha e viu que havia um homem tentando escapar. O pai pediu a ajuda de um vizinho para conter o homem, que chegou a ameaçá-lo de morte caso chamasse a polícia.

Questionado sobre o ocorrido, o homem disse aos policiais militares que conheceu a adolescente no Facebook há cerca de 20 dias. Ele afirmou que a menina teria pedido que ele fosse até a casa dela.

O suspeito disse ainda que os dois já teriam passado um final de semana juntos na casa da adolescente. Além disso, ele teria ficado sabendo da idade real dela pela mãe da menina.

No dia da prisão, o jovem teria ido até a casa da vítima apenas para conversar. No entanto, foram flagrados tendo relações sexuais pelo pai da vítima.

O suspeito foi preso pelo crime de estupro de vulnerável, que consiste em ter relações sexuais ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos.

A pena pode variar de oito a 15 anos. Caso a conduta resulte em lesão corporal grave, a reclusão pode variar de 10 a 20 anos e se resultar em morte, varia de 12 a 30 anos.