SP pode registrar ‘chuva preta’ com chegada de fumaça do Pantanal nesta semana

A fumaça das queimadas no interior do estado de São Paulo e na região do Pantanal somada à chegada de uma frente fria que chega ao litoral paulista, a partir de quinta-feira (17), deve resultar no fenômeno conhecido como “chuva negra”, alertam os meteorologistas do Climatempo. É esperado o aumento de fumaça na atmosfera de São Paulo entre quinta e sexta-feira, 18 de setembro, vinda em parte de Mato Grosso do Sul. O aumento das condições para chuva no fim de semana, com a chegada da frente fria, vai reduzir o efeito da camada de fumaça. A previsão é que chova em todo o estado de São Paulo durante o próximo fim de semana.

Dependendo da quantidade de fumaça que for transportada para São Paulo, os meteorologistas não descartam a chance de repetição do fenômeno da “chuva negra”, semelhante ao que se viu em algumas cidades do Rio Grande do Sul no fim de semana passado. No ano passado, a cidade de São Paulo também registrou o evento meteorológico, em 19 de agosto de 2019. Além do estado paulista, é possível que ocorra um aumento da camada de fumaça até a próxima sexta-feira sobre o áreas do estado do Rio de Janeiro, especialmente no centro-sul do estado, incluindoa capital, sobre a região do centro-sul de Minas Gerais e do Triângulo Mineiro.

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) contabilizam 5.300 focos de calor no período de 1 a 14 de setembro de 2020 na região Pantanal. No estado de São Paulo, desde o início do mês já são 1520 focos incêndio, quase o dobro do que foi registrado durante todo o mês de setembro de 2019.

Leitores On Line