Sopelsa aprova moção de aplauso em homenagem aos 45 anos da Fecoagro

O presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), deputado Moacir Sopelsa (MDB), apresentou Moção que foi aprovada por unanimidade em homenagem aos 45 anos da Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina. “A Fecoagro é um exemplo de trabalho e desenvolvimento que atende milhares de famílias de pequenos agricultores”, resume o parlamentar.

A Fecoagro, além de ser o braço econômico de um grupo de cooperativas agropecuárias em negócios comuns, tem sido a porta-voz das reivindicações políticas e institucionais do sistema agropecuário, e a principal mobilizadora da opinião pública, interna e externamente, na difusão do cooperativismo e do agronegócio catarinense.

“A Fecoagro, nestes 45 anos tem uma história muito bonita de realizações. A homenagem que apresentei na Alesc é o reconhecimento a todos que fizeram parte desta história. Deste o primeiro presidente até o atual, a todos aqueles que fazem parte do grupo de trabalho e as cooperativas filiadas à Fecoagro que orgulham Santa Catarina”, disse Sopelsa.

Surgimento da Fecoagro
Em 25 de julho de 1975, no auditório do Palácio SC, em Florianópolis, com a presença de 15 cooperativas foi realizada a assembleia geral de fundação da federação.

Assinaram a ata de fundação da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado de Santa Catarina (Fecoagro) que na ocasião elegeu como primeiro presidente Aury Luiz Bodanese, que era o presidente da Cooperalfa de Chapecó; como vice-presidente, Waldomiro Antonio Panis, presidente da Cooperzal de Capinzal e Athos de Almeida Lopes, presidente da Coopercampos de Campos Novos, como secretário.

O conselho de administração ficou assim constituído: Arlindo Cantarelli, da Coopersãomiguel, de São Miguel do Oeste; Walter Schuttel, da Coopermondaí; Helvino Heriberto Hoppe, da Cooperpal, de Palmitos; Osmar Erhadt da Cravil de Rio do Sul; Bruno Spies, da Cooperita, de Itapiranga; e Guido Nehuls, da Cooperal, de Abelardo Luz. Para o conselho fiscal foram eleitos: Silvestre Antonio Fantin, da Coopervil de Videira; Arcangelo Miguel Zambiazzi, da Coperio de Joaçaba: Jayme Schultz, da Coopernorte de Mafra; Ricieri Martello, da Copérdia de Concórdia, Osmar Jacob Massing da Cooapesc, de São Carlos e Oribes Dal Bem da Cooperal, de Abelardo Luz.

Na mesma assembleia que elegeu os primeiros dirigentes, também houve uma votação para a escolha da sigla da Federação. Havia duas propostas. Uma como Fecoagro, e outra como Fecoesc. Venceu Fecoagro por 9 votos a 6.

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.