Socorro para o transporte público de Criciúma

Os usuários do transporte público em Criciúma têm uma boa notícia. O setor poderá receber aproximadamente R$6,5 milhões de acordo com o PL 3364/2020, que institui o Regime Especial de Emergência para o Transporte Coletivo Urbano e Metropolitano de Passageiros – Remetup. A quantia será destinada para garantir a manutenção do serviço, manter os empregos no setor e desonerar o preço da tarifa. O Deputado Federal Ricardo Guidi, participou do processo com uma emenda, que baixa dos 300 mil habitantes originais do projeto para 200 mil habitantes os municípios que terão acesso ao auxílio.

Outro ponto importante é que até o fim do estado de calamidade pública as tarifas de passagens não poderão ser aumentadas. “Quando pensamos na emenda foi justamente para beneficiar as pessoas que vivem em Criciúma, já que parcela significativa é usuária do transporte coletivo”, apontou o deputado. Ele ainda reforçou o impacto positivo para a atividade econômica. “A medida não ajudará somente quem usa o serviço, mas a comunidade como um todo, tendo em vista que este serviço é fundamental para o deslocamento dos trabalhadores e o aquecimento e recuperação da nossa economia”.

O PL prevê um repasse de R$ 4 bilhões para o setor em todo Brasil, indo agora para Senado e seguindo para a sanção do presidente. “Achei que seria injusto com Criciúma e outras cidades do estado que não seriam beneficiadas. Agora, além de Florianópolis, Joinville e Blumenau, também serão abrangidas Criciúma, Chapecó, Itajaí e São José”, finalizou.

Benefícios:

  • Continuidade dos serviços;
  • Manutenção dos empregos no setor.
  • Garantia no valor da tarifa.


Com Agências

Leitores On Line