Seis meses de pandemia: cientista avalia riscos da Covid-19 com flexibilização de atividades


Primeiro caso de coronavírus no Vale do Paraíba foi registrado há exatos seis meses. A pedido do G1, especialista lista cuidados que precisam ser reforçados em diferentes atividades na vida pós-flexibilização, como frequentar salões ou ir à academia.. Passageiros usam máscara em ônibus em São José dos Campos
Flávio Pereira/CMSJC
Há exatamente seis meses, o Vale do Paraíba registrava o primeiro caso de coronavírus. Era 18 de março e as cidades da região estavam prestes a decretar o fechamento de vários serviços e deixar aberto apenas os essenciais. Agora o cenário é diferente. Muitas atividades já puderam ser retomadas, desde que sigam protocolos de segurança.
Ao longo deste período, a quarentena foi ficando menos rígida, e aos poucos as pessoas vão retomando atividades que abandonaram devido ao isolamento social.
A pedido do G1, a doutora em biociências e biotecnologia, Laura de Freitas, listou cuidados que precisam ser reforçados em diferentes atividades na vida pós-flexibilização, como frequentar salões ou ir à academia.
Cientista esclarece mitos de virais das redes sociais sobre o coronavírus; assista
Veja abaixo os comentários da especialista listando parâmetros de segurança e itens a serem observados para diminuir risco de contágio:
Bares e restaurantes: “Ao contrário do que foi feito nos Estados Unidos e na Europa, aqui proibiram em alguns lugares as mesas na calçada. Nova York e Europa priorizaram o ambiente externo. Aqui, não sei o motivo, foi o contrário. Isso acaba sendo um risco. Em ambientes fechados e que você precisa projetar mais a voz para conversar com as pessoas, o risco é maior”.
Academias: “Em academias, o risco é um pouco menor. Você faz os exercícios isoladamente, não precisa gritar tanto para falar, usa máscara e faz a higienização dos equipamentos. Aulas coletivas não são recomendadas ainda”.
Comércios: “O grande problema são os ambientes com pouca circulação de ar e onde as pessoas colocam a mão em tudo. A recomendação é manter tudo o mais arejado possível, exigir o uso de máscara e orientar os clientes para higienizar as mãos antes e após sair da loja”.
Hotéis e pousadas: “Hotéis são mais tranquilos. As refeições não estão sendo feitas coletivamente. Se o quarto for arejado e limpo, a chance de contaminação é pequena. Acho que os hotéis têm controlado o número de pessoas e não estão servindo as refeições de forma coletiva”.
Salões de beleza e barbearias: “Tem que ter a circulação de ar, distância entre as pessoas, uso de máscara, poucas pessoas por vez e é imprescindível fazer lavagem dos cabelos antes da manipulação”.
Academias retornam atividades com protocolos de segurança
Reprodução/TV Clube
Desaceleração
Os números de casos e mortes por Covid-19 têm apresentado queda no estado de São Paulo e na região do Vale do Paraíba, de acordo com os índices apontados pela média móvel. Até esta quinta-feira (17), o Vale tinha 41.830 casos confirmados da doença e 1.163 mortes.
Estudo analisa efetividade dos diferentes materiais de máscaras
Veja os dados de coronavírus na região nesta quinta-feira (17 de setembro)
A especialista reforça que mesmo com essa redução é preciso seguir os cuidados primordiais, como o uso correto da máscara e a higienização frequente das mãos. Entre outras recomendações, evitar as aglomerações, trocar de roupa e tomar banho, incluindo a lavagem dos cabelos com shampoo, quando retornar para casa.
“O que estamos observando também é a gravidade dos casos doença que têm diminuído. Tem vários fatores envolvidos. Tanto o aprendizado dos médicos em relação à doença, o uso da máscara diminuiu a intensidade. Vários fatores vêm contribuindo. Porém, não estamos numa situação de risco ‘free’ [livre]. Ainda é alto, apesar dessa queda progressiva. Sei de pessoas da minha idade [33 anos] que estão pegando o vírus. Não podemos descuidar”, comentou Laura.
Máscara é essencial para evitar a contaminação e a disseminação da Covid-19
Divulgação
Teste rápido de coronavírus
Mauricio Vieira/Divulgação
Initial plugin text

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line