Se eleição de 2022 fosse hoje, Bolsonaro seria reeleito, indica pesquisa

Coronavírus: presidente Jair Bolsonaro participa de ato em Brasília contra as medidas de isolamento social e que também teve slogans pedindo uma intervenção militar

Apesar dos inúmeros pedidos de impeachment contra o atual chefe de Estado brasileiro, das diversas acusações conta o seu governo e das polêmicas que têm sido frequentes desde o início da sua administração, Bolsonaro seria reeleito se as eleições fossem realizadas hoje.

​A conclusão consta de um levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas, que mostra o presidente na liderança em todos os cenários de primeiro turno, com porcentuais variando de 27,5% a 30,7%. Já no segundo turno, ele derrotaria seis dos principais nomes que vêm sendo apontados como possíveis adversários na corrida pelo cargo: Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Sergio Moro, João Doria (PSDB) e Luciano Huck.

Segundo a Veja, o que chama mais a atenção nos novos dados é que Jair Bolsonaro conseguiria vencer mesmo com um índice de desaprovação de 48,1%, contra 47,1% de aprovação, de acordo com esse estudo.

​O levantamento do Paraná Pesquisas foi realizado entre os dias 18 e 21 de julho e tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Com Agências

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line