SC deixa de ter situação gravíssima para Covid-19: ‘Indicativo de resultado’, diz secretário da Saúde

Área de saúde Nordeste está na situação mais crítica do coronavírus desde a metade de julho. Outras 14 regiões estão em situação grave por causa da doença, segundo mapa de risco do governo estadual. Santa Catarina não tem nenhuma região em situação gravíssima para o coronavírus, segundo o mapa de monitoramento do Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes) nesta quarta-feira (24). São 15 das 16 regiões em situação grave e uma em alto risco. Em entrevista ao Bom Dia Santa Catarina, o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, adiantou que um novo padrão de análise deve ser adotado e falou também sobre a situação da pandemia no estado.
“Nosso mapa mostra uma condição favorável, é um indicativo que estamos tendo resultado”, disse o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.
Segundo ele, existe a expectativa de a próxima atualização tenha mais regiões em alto risco. O Extremo-Oeste do estado é a única região em risco alto, o segundo menos grave conforme a escala, dividida em níveis moderado, alto, grave ou gravíssimo.
Ainda conforme o secretário, esta semana o Estado deve apresentar um plano com novos regramentos e é necessário segui-los e ter cuidados para que não haja retorno de números altos de mortes, como em julho.
“Corremos risco de ter onde tão forte quanto a primeira”, disse o secretário.
A região de saúde Nordeste de Santa Catarina, que era a única em risco gravíssimo para Covid-19 na atualização de semana passada, teve melhora da situação e foi para a situação grave. A área onde fica Joinville estava em situação gravíssima desde 14 de julho.
SC tem mais 15 mortes por Covid-19 e chega a 2.686
O acompanhamento é feito semanalmente pelo governo, a partir de dados regionais, e aponta o risco potencial em relação ao coronavírus.
MÉDIA MÓVEL: Veja como estão os casos e mortes no seu estado
MAPA DO CORONAVÍRUS: Consulte casos e mortes em cada cidade do Brasil
Os níveis de risco são calculados a partir da combinação de quatro fatores: isolamento social, investigação, testagem e isolamento de casos, reorganização de fluxos assistenciais e ampliação de leitos. Recomendações são sugeridas aos gestores locais, pelo governo estadual, a partir da classificação de cada região no mapa de risco.
Initial plugin text
Veja vídeos do Bom Dia SC:
Veja outras notícias do estado no G1 SC

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line