A Prefeitura de São Joaquim reuniu, emergencialmente, na manhã desta última terça (18), membros da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Jeep Clube São Joaquim e Setor de Turismo para discutir assuntos relativos as ações de enfrentamento sobre onda de frio e neve em meio a pandemia que deverá chegar nesta semana já na conhecida Cidade da Neve.

Com a previsão de Neve com o início nesta quinta-feira e término somente no sábado, o setor de turismo de São Joaquim, envolvendo hotéis e pousadas já se encontram com 100% de lotação, respeitando é claro, os decretos municipais e estaduais que só permitem a consolidação de apenas 40% da capacidade hoteleira. Ou seja, São Joaquim não tem mais vaga em hotéis e pousadas.

Os turistas que chegarem na cidade, não poderão ficar aglomerados em praças públicas e o centro de informações turísticas também deverá ficar fechado. Apenas na porta terá indicação de sites e contatos de hotéis e pousadas para os turistas que chegaram.

Porém a maior preocupação de São Joaquim é em relação aos telhados de famílias vulneráveis ao frio, pois estima-se que possa haver uma acumulação de cerca de 20 cm de Neve, ocasionando uma sobrecarga nos telhados fazendo-os cair, assim como algumas famílias que também podem ficar isoladas devido ao acúmulo de Neve.

Para isso será montada uma força-tarefa com veículos 4×4 disponibilizados pelo Jeep Clube de São Joaquim para que possam fazer o eventual socorro para essas famílias.

Além do mais, será requisitado através da Assistência Social, o pedido de cobertores e colchões ao exército e a cedência de escolas públicas estaduais que contém sistemas de aquecimento para poder abrigar as famílias atingidas pela neve em São Joaquim.

Os maquinários da Prefeitura de São Joaquim também ficaram em prontidão caso haja a necessidade de remover a neve das estradas e ruas do centro e dos bairros da cidade. A Defesa Civil irá adquirir sal para aplicar nas vias afim de amenizar o acúmulo de neve.

Ainda será emitido uma nota sobre a percepção de risco diante da calamidade de neve e da pandemia. Embora a neve seja um Belo espetáculo a ser fotografado, presenciado e registrado pelos turistas, por outro lado a pandemia pode abrir portas para que o grau de infecção seja ainda maior diante do frio e do gelo.