Rússia acorda fornecimento de 100 milhões de doses de vacina contra COVID-19 à Índia

“O RFPI venderá 100 milhões de doses da vacina contra a COVID-19 a uma farmacêutica indiana”, afirmou o diretor do RFPI, Kirill Dmitriev.

O diretor-geral do RFPI indicou estar satisfeito com o acordo realizado com a farmacêutica indiana, de venda de 100 milhões de doses da vacina Sputnik V.

“A Dr. Reddy tem tido uma presença consagrada e respeitável na Rússia há mais de 25 anos e é uma das líderes farmacêuticas na Índia”, afirmou Kirill Dmitriev, diretor-geral do RFPI.

“Nós estamos satisfeitos com a parceria com o RFPI para trazer a vacina para Índia. Os resultados das fases um e dois se mostraram promissores, e vamos conduzir os testes da fase três na Índia para obter os requisitos dos órgãos indianos. A vacina Sputnik V pode fornecer uma opção confiável no combate à COVID-19 na Índia”, afirmou o vice-presidente e diretor-geral da farmacêutica indiana Dr. Reddy Laboratories, G. V. Prasad.

No início de agosto, a Sputnik V foi registrada na Rússia, se tornando a primeira vacina contra COVID-19 a ganhar registro no mundo.

A Sputnik V foi desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya em cooperação com o RFPI.

Outras duas vacinas russas e duas estrangeiras estão em fase de registro na Rússia. As vacinas em questão são as desenvolvidas pelo Centro Vektor, pelo Centro Federal de Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos Imunobiológicos Chumakov, pela chinesa Sinopharm e pela multinacional anglo-sueca AstraZeneca.

Produção da vacina russa Sputnik V contra o coronavírus SARS-CoV-2, desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya e o Fundo Russo de Investimentos Diretos, na empresa farmacêutica Binnopharm, região de Moscou, 7 de agosto de 2020

Rússia acorda fornecimento de 100 milhões de doses de vacina contra COVID-19 à Índia

Leitores On Line