Recuperação total da rede elétrica afetada por ciclone em SC pode levar até 3 dias, diz Celesc

Tempestade com ventos que chegaram a 134 Km/h deixou metade do Estado sem luz

Estragos provocados por ciclone em Florianópolis
Quedas de árvores danificaram rede elétrica em Florianópolis

(Foto: Prefeitura de Florianópolis, Divulgação)

A recuperação total das redes de energia elétrica afetadas pela passagem de um ciclone em Santa Catarina nesta terça-feira (30) pode levar até três dias, informou a Celesc. Mais de 1,5 milhão de unidades consumidoras ficaram sem luz por conta do fenômeno. Ao menos nove pessoas morreram e uma segue desaparecida.

Conforme a companhia, aproximadamente 1,3 mil funcionários trabalham nesta quarta (1º) para restabelecer a distribuição de energia. Cerca de 750 mil unidades consumidoras ainda estavam sem luz durante a manhã.

A Celesc informou que a previsão é de recompor até 80% do sistema nesta quarta. Porém, é no interior que o tempo para recuperar os danos deve ser maior, podendo levar de dois a três dias em algumas localidades. O trabalho envolve, principalmente, a retirada de material pesado que caiu sobre a rede.

Em entrevista na manhã desta quarta ao Bom Dia Santa Catarina, da NSC TV, o diretor da Celesc Pablo Cupani Carena afirmou que os estragos na rede elétrica não têm precedentes.

– É um evento absolutamente sem precedentes para gente. Nos imediatamente formamos uma força de trabalho para poder dar resposta ao tamanho do evento. A gente já fez uma junção de forças entre eletricistas próprios, eletricistas terceirizados, para a gente poder fazer frente ao evento – afirmou.

> Vídeo: vendaval arranca telhado de prédio em Florianópolis

A passagem do ciclone extratropical registrou ventos de até 134 Km/h. A tempestade atingiu praticamente todas as regiões do Estado. Nesta quarta-feira, novas rajadas de vento seguem sendo registradas em Santa Catarina.

Conforme atualização feita pela Defesa Civil na manhã desta quarta (1º), três pessoas morreram na cidade de Tijucas, na Grande Florianópolis. Um homem morreu em Santo Amaro da Imperatriz, e outra pessoa em Governador Celso Ramos, também na Grande Florianópolis. Uma idosa morreu em Chapecó, no Oeste. As outras mortes foram em Ilhota (1), Itaiópolis (1) e Rio dos Cedros (1). Uma pessoa está desaparecida em Brusque.

COM AGÊNCIAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.