Recuo de Moacir Fernandes

O empresário e ex-presidente do Criciúma, Moacir Fernandes, deve retirar o nome de possível novo mandatário do Tigre, a partir do ano que vem, quando Jaime Dal Farra renunciar ao cargo máximo do clube. A informação foi confirmada por pessoas próximas a Moacir. Isso faz com que o advogado Alexandre Farias ganhe força entre os postulantes ao posto de presidente do Tigre. Farias apresentou ontem no Mampituba, o projeto que possui para tocar o clube, com profissionais gabaritados e de boa transição no mundo esportivo. Nada garante também que esse modelo de gestão terá êxito, mas existe um projeto sólido e isso é muito importante.

Gilmar Cechet também desiste 

Além de Moacir Fernandes, o empresário Gilmar Cechet também declinou da intenção de assumir o Criciúma Esporte Clube. Pelo menos não apresentou o projeto ao Conselho Deliberativo. Se Moacir e Farias falavam sempre em modelo presidencialista, Cechet tinha uma proposta de encaminhar uma gestão com sociedade anônima de capital fechado para buscar investidores ao clube.

Dia 28 

É a data para a eleição do cargo de vice-presidente administrativo do Criciúma: 28 de setembro. Esse nome é importante, já que será o vice-administrativo que terá a missão de comandar o clube após a renúncia de Jaime Dal Farra, ficando no cargo até março de 2022.

Leitores On Line