Queimada com redemoinho destrói área superior a 10 campos de futebol em Ribeirão Preto, diz Corpo de Bombeiros


Incêndio foi um dos 15 registrados ao longo da sexta-feira (18) na cidade. Chamas isoladas e simultâneas indicam que causa pode ter sido criminosa, diz tenente. Moradores de Ribeirão Preto, SP, temem novos focos de incêndio na zona sul
As queimadas que atingiram vegetações próximas a condomínios na zona sul de Ribeirão Preto (SP) destruíram uma área superior a dez hectares, ou seja, mais que dez campos de futebol, de acordo com o Corpo de Bombeiros.
O incêndio ocorreu na manhã de sexta-feira (18) e assustou os moradores, que chegaram a registrar um redemoinho de fogo devastando um canavial. Até a manhã deste sábado, equipes ainda faziam rescaldo no local, com moradores, para evitar novos focos.
Segundo o tenente Mario Lima Nascimento, embora o caso precise ser investigado, há evidências de que as queimadas foram propositais e criminosas. Apesar da proporção das chamas, que chegaram a danificar fios de rede elétrica e cercas de propriedades rurais, não tinham sido confirmados animais mortos ou feridos.
“Pelas características de focos isolados na mesma área, ao mesmo tempo, é difícil isso acontecer por causa natural. Isso é um indício que pode ser uma causa criminosa”, afirma.
O fogo que atingiu a zona sul da cidade foi o maior dos 15 focos ao longo da sexta-feira, de acordo com o tenente, entre 580 registrados desde o início do ano, 20 a mais em relação a todo 2019. “Já temos mais focos este ano sendo que não acabamos ainda o período de estiagem”, alerta.
Fogo devasta vegetação ao lado de condomínios na zona sul de Ribeirão Preto (SP)
Luciano Tolentino/EPTV
Queimada na zona sul
A queimada começou por volta das 11h em um canavial próximo à região do bairro Vila do Golfe. Com o vento e o tempo seco, as chamas se propagaram até uma área de preservação.
Ao menos seis equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local para combater o fogo, e um helicóptero da Polícia Militar recolheu água de um lago para ajudar o trabalho.
Queimada atingiu sítio na zona sul de Ribeirão Preto; animais se salvaram
Luciano Tolentino/EPTV
Assustados, muitos moradores deixaram suas casas e registraram um redemoinho de fogo. O vídeo obtido pela reportagem mostra quando ele vira uma espécie de funil, avança pelo descampado e deixa um rastro de chamas.
“Na hora que a gente viu o fogo de longe ele estava muito alto e de repente ele já estava perto das casas, foi muito assustador mesmo. Os vizinhos estavam até chorando, desesperados com crianças, as pessoas começaram a pegar as crianças e levar para outro lugar, os idosos também, porque estava até difícil respirar aqui”, afirma a empresária Samara Tavares.
Durante a manhã deste sábado (19) muitas pessoas, que ficaram até à noite tentando evitar novos incêndios com baldes e mangueiras, ainda estavam em alerta. Na Vila do Golfe, ainda era possível encontrar fogo em um bambuzal.
Redemoinho de fogo chega perto de condomínio na zona Sul de Ribeirão Preto (SP)
Adriana Sichieri Germano/Acervo pessoal
O produtor rural Cleber Daniel de Souza Santos ficou aliviado ao ver que os animais do sítio, cercado pele fogo, estavam a salvo, mas o pasto ficou comprometido.
“Na hora que gente chegou aqui já estava pegando no pasto. Corremos atrás dos animais para pegar eles, graças a Deus meu irmão chegou a tempo, os amigos, conseguimos controlar um pouco o fogo, tirar os bichos do pasto. Fiquei com medo de chegar a perder os animais. A gente espera agora e pede para Deus mandar um chuva forte para levantar de novo o pasto e enverdecer tudo novamente”, diz.
Para quem mora no distrito de Bonfim Paulista, foi difícil respirar durante a noite. O corretor de imóveis Mário Augusto Fernandes ficou desde sexta-feira com as janelas de casa fechadas para conter a fumaça, que mudou a paisagem na cidade e piorou a qualidade do ar.
“Não teve como dormir. Como você pode ver a neblina está muito grande, de fumaça, não tem mais o que falar.”
Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca