Quatro pessoas morrem após acidente em obra irregular em hipermercado de SP

Quatro pessoas morreram e uma ficou ferida após a queda de uma parede dentro de um hipermercado, em Presidente Prudente (a 556 quilômetros de São Paulo), na tarde de hoje. O local — que pertence ao Grupo Big — estava fechado ao público e passava por obras para conversão de bandeira.

Três das vítimas morreram na hora. O quarto trabalhador, um homem de 32 anos, chegou a ser socorrido com vida, mas morreu no hospital cerca de 40 minutos depois do acidente.

“[O paciente] recebeu todos os cuidados da equipe médica e multiprofissional. Porém, devido à gravidade do seu quadro clínico, evoluiu a óbito às 16h08”, informou ao UOL o Hospital Regional. Já o sobrevivente tem 56 anos e não corre risco de morrer. O paciente passa por atendimento médico e o quadro clínico é considerado estável.

Sem autorização

O UOL apurou que parte da equipe estaria quebrando uma parede de alvenaria quando uma viga de ferro caiu e derrubou uma estrutura pré-moldada.

Apesar dos trabalhos dentro do prédio, a obra não tinha autorização para ser realizada. “Havia um Projeto de Construção em análise na Secretaria de Planejamento, porém, ainda não estava aprovado. Portanto, não havia autorização para execução de obras”, confirmou ao UOL a prefeitura de Presidente Prudente.

A obra foi embargada hoje, após uma vistoria feita por engenheiros da secretaria de Planejamento.

Histórico

O prédio foi construído em 2010 e funcionou com a bandeira Walmart até março de 2020 quando foi fechada pelo Grupo Big, que comprou a marca no Brasil. A empresa tinha como planejamento reabrir o local, até dezembro deste ano, já sob a marca do clube de compras Sam’s.

Ao UOL, o Grupo Big afirmou que as vítimas são funcionárias da empresa Engetec, contratada para prestar serviços para a empresa, e negou que o local estivesse em obras. “A equipe da Engetec estava no local para avaliar os procedimentos necessários para a reforma, que teria início assim que a autorização da Secretaria de Planejamento da Prefeitura de Presidente Prudente fosse concedida.”

O Big disse ainda que já acionou a Engetec para garantir que toda assistência necessária seja prestada às famílias das vítimas. “O Grupo BIG também prestará todo o auxílio necessário neste momento tão doloroso. Além de colaborar com as investigações das autoridades, o Grupo BIG aguarda os resultados da perícia, que apontará causas e responsabilidades do acidente, para tomar as medidas necessárias”, concluiu.

Com Agências