Quase 40 horas após a tempestade, 20 mil unidades seguem sem luz na Capital

Superlotação da residências pode deixar energia em meia fase, diz Celesc
Foto: Emanuel Soares / Jornal Conexão Comunidade

O Norte da Ilha segue como o local mais afetado pela falta de luz, após a tempestade que atingiu a região. Quase 40 horas após a tempestade, 20 mil unidades consumidoras seguem sem luz em Florianópolis, sendo o Rio Vermelho, Ratones e Lagoa da Conceição os bairros mais afetados às 7h desta quinta-feira (2). A Celesc diz que está trabalhando para restabelecer o sistema, mas não coloca prazo para a volta da energia.

Às 7h desta quinta-feira, o Rio Vermelho registra mais de 2,2 mil unidades consumidoras desligadas em virtude do temporal. Já a região do Ratones tem mais de 1,2 mil clientes sem energia. A situação mais grave está na Lagoa da Conceição com mais de 6 mil unidades ainda apagadas.

Internautas do Conexão também relataram que o Tican (Terminal de Integração Canasvieiras) também está sem energia elétrica durante esta manhã.

Em muitos pontos o maior problema é a queda de árvores que derrubaram postes e a rede de energia. Ainda há outros locais sem luz, entretanto, a maior parte já está com menos de mil unidades desligadas, segundo aponta o monitoramento da Celesc.

A Celesc declarou que são mais de 1,3 mil pessoas envolvidas no restabelecimento da luz em todo o Estado.

O que fazer em caso de emergência?

  • Defesa Civil: 199
  • Corpo de Bombeiros: 193
  • Celesc: 0800 48 0196

COM AGÊNCIAS

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line