Profissionais denunciam falta de médicos e estrutura precária para tratamento da Covid-19 no Hospital Municipal de Americana


Técnica de enfermagem registrou boletim de ocorrência para relatar a situação. Prefeitura afirmou que rescindiu contrato com a empresa responsável. Covid-19: funcionários da saúde de Americana denunciam falta de estrutura para atendimeto

Profissionais de saúde que trabalham no Hospital Municipal Waldemar Tebaldi, em Americana (SP), denunciaram a falta de estrutura do local para atendimentos a pacientes internados com coronavírus. Uma técnica de enfermagem chegou a registrar um boletim de ocorrência por conta da ausência de médicos e enfermeiros no setor semi-intensivo e da demora na liberação de corpos.
De acordo com a denúncia, o plantão no último final de semana não tinha enfermeira e nem médico especialista para realizar os procedimentos necessários em uma unidade semi-intensiva. Ainda segundo a técnica de enfermagem, a solução do hospital foi tirar um médico do ambulatório e colocar para atender pacientes com Covid-19, o que é considerado um risco.
O Sindicato dos Servidores Municipais confirmou as denúncias e informou que a falta de profissionais pode piorar o quadro dos pacientes que procuram o local como única alternativa gratuita para tratamento do novo coronavírus na cidade.
Profissionais denunciaram falta de estrutura em Americana

Com Agências