Procon e Pró-Cidadão terão nova sede em Florianópolis

O Procon municipal e o Pró-Cidadão em breve estarão juntos em uma mesma sede. O novo local de atendimento será um casarão histórico localizado na Rua João Pinto, na parte leste do Centro de Florianópolis. Atualmente, o aluguel dos dois prédios custa R$ 75 mil à Prefeitura de Florianópolis enquanto a nova sede custará R$ 39 mil mensais.

Inicialmente, o valor do aluguel do casarão estava anunciado por R$ 20 mil, no entanto, o prédio precisaria passar por uma reforma para ficar adequado ao funcionamento dos dois órgãos de serviços públicos. Após negociação, o proprietário se incumbiu de realizar as melhorias e mobiliar o imóvel. O contrato de aluguel é de cinco anos.

Prédio passa por reformas e deve ser entregue no final de setembro – Foto: Divulgação/ND

Com a transferência desses órgãos para um único prédio, a população terá mais facilidade de acesso aos serviços oferecidos sem a necessidade de se deslocar entre um endereço e outro. Hoje, a sede do Procon está localizada na Praça XV e a do Pró-Cidadão na Avenida Mauro Ramos.

De acordo com a Prefeitura, a mudança de local representa uma significativa economia em custos com aluguel, além de ocupar a região do Centro Histórico, que tem um volume menor de movimento. A expectativa do município é de que o funcionamento dos órgãos públicos na Rua João Pinto provoque maior demanda nos comércios localizados no Centro Leste.

Devido à pandemia, o atendimento do Procon e do Pró-Cidadão ocorrem de forma remota. O Procon mantém um site onde o consumidor pode registrar denúncias e reclamações sem necessidade de se deslocar até o órgão e as audiências de conciliação ocorrem de forma virtual. Já o usuário do Pró-Cidadão deve agendar por meio do site o atendimento presencial, para evitar filas e aglomerações.

Secretaria da Fazenda será vizinha

Um prédio vizinho à futura nova sede do Procon municipal e do Pró-Cidadão também está em reforma. Nele funcionará a sede da Secretaria Municipal da Fazenda cujo aluguel custará R$ 40 mil mensais. O valor atual do prédio é de cerca de R$ 80 mil, o que representa uma redução de quase 50%.  A mudança para a nova sede está prevista para dezembro.

Leitores On Line