Primeira live do ‘Capacita MEI’ traz orientações para formalização de microempreendedores


Projeto é uma parceria da TV TEM com o Sebrae. Programação de lives segue até sexta-feira (24). ‘Capacita MEI’ atrai mais de mil pessoas no primeiro dia

Mais de mil pessoas participaram da primeira live com orientações para formalização de Microempreendedores Individuais (MEI) no interior paulista. O projeto “Capacita MEI” é uma parceria da TV TEM com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).
A programação de lives segue até sexta-feira (24) nas regiões de Sorocaba, Itapetininga, Bauru e São José do Rio Preto (SP). Quem quiser participar pode se inscrever ao longo de toda a semana, através deste link.
Acompanhe AO VIVO as notícias sobre a pandemia na região
O crescimento de microempreendedores é significativo, sendo mais de 180 mil pessoas de março até agora no estado de São Paulo que se reinventaram. Por isso, o projeto orientou os interessados em abrir um negócio próprio a entrarem no Portal do Empreendedor e seguirem o passo a passo.
Se o morador declara o Imposto de Renda, é necessário ter o número do último recibo de entrega da declaração. Caso não declare, é preciso ter o título de eleitor, além de documentos pessoais.
“Quando vocês clicam no ‘formalize-se’, tem um ícone sobre tudo que você precisa saber para ser um MEI e ver se sua atividade está inserida como perfil MEI para se formalizar”, explicou a analista de negócios do Sebrae Vanessa Cesar.
‘Capacita MEI’: primeiro dia de evento virtual atrai mais de mil pessoas
O “Capacita MEI” também trouxe informações sobre os custos mensais para se formalizar. No final do processo de cadastramento, o morador ganha um número de CNPJ e também um certificado.
Nesta primeira live, o Sebrae destacou ainda as três principais obrigações do MEI, que são o pagamento da contribuição em dia, o controle financeiro e fazer a declaração anual.
Rita de Cássia Barbosa contou que o salão de beleza dela está fechado devido à pandemia. Por isso, ela está vendendo sapatilhas até que tudo volte ao normal.
“Quando eu me formalizei, pude tirar o empréstimo no Banco do Povo. Com esse empréstimo, eu consegui aumentar o meu salão. O Sebrae está aí para nos ajudar”, disse.

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.