Previsão de neve eleva risco de acidentes e aglomerações no Sul e fecha pontos turísticos

A previsão de neve na serra de Santa Catarina a partir de quinta-feira (20) preocupa autoridades. Pode haver risco de acidentes com eventual gelo em estradas sinuosas e de aglomeração de visitantes (e, portanto, de maior contágio de coronavírus).

A Polícia Militar catarinense já conta com um estoque de sal caso precise tirar a neve de estradas e casas. A orientação é para que nenhum turista sem reserva em hotéis ou pousadas em cidades como Ubirici, Urupema e São Joaquim visite os locais nos próximos dias. A rede hoteleira opera com capacidade limitada por causa do novo coronavírus.

“É comum que as pessoas venham sem reserva para ver a neve e fiquem. Os hotéis ficam lotados, e era normal que os visitantes batessem nas portas das casas para alugar quartos. Mas, com a Covid-19, isso não pode acontecer. É muito arriscado para os moradores locais devido ao contágio”, explica o presidente da Santur (Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina), Leandro ‘Mané’ Ferrari.

Além disso, os pontos turísticos em áreas públicas estão fechados por causa do novo coronavírus. É o caso do Morro da Antena, em Urupema, e do Mirante da Serra do Rio do Rastro, em Lauro Muller.

“A gente tem essa preocupação de receber bem todo mundo. Sabemos que a neve é linda, um espetáculo da natureza, mas neste momento pedimos que só venha quem tem reserva. Antes tínhamos a Casa do Turista com café, chocolate quente e lareira, e alguns chegavam mal agasalhados e sem hospedagem ali. Agora não podemos fazer esse atendimento por causa do coronavírus”, diz a secretária de Turismo de São Joaquim, Adriana Cechinel Schlichting De Martin.

https://venha.leraqui.net/wp-content/uploads/2020/08/frio20em20sc3a3o20joaquim20sc.html

São Joaquim (SC) tem cerca de mil leitos, incluindo as casas dos moradores que recebem turistas. No entanto, com a limitação de 40% de ocupação em hotéis e pousadas e a recomendação para que os moradores não recebam turistas, há apenas 300 leitos disponíveis, todos já lotados.

Segunda a previsão da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural), a neve é esperada em Santa Catarina a partir de quinta-feira (20) —seria o primeiro registro de neve no estado neste ano. Apesar do frio intenso no inverno de 2020, o ar seco predominante favoreceu apenas a ocorrência de geadas em solo catarinense até agora.

As condições climáticas da última semana, que combinam frio e umidade com a aproximação de uma intensa massa de ar polar entre quinta e sexta-feira, fazem crer, porém, que a neve pode cair com acúmulo significativo, tal como ocorreu no inverno de 2013 na região.

Na ocasião, quase cem municípios catarinenses foram atingidos, ou seja, cerca de 30% das cidades do estado. Registros de neve ocorreram até mesmo nas regiões do Vale do Itajaí e da Grande Florianópolis, onde o fenômeno é raro por causa da proximidade com o litoral.

Também nevou em Curitiba em 2013, mas desta vez os moradores da capital paranaense não devem observar o fenômeno. As novas previsões do Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná) indicam que apenas poucas cidades do sudoeste paranaense têm condições favoráveis para o aparecimento da neve.

No Rio Grande do Sul, há chance de neve na serra, segundo o Cpmet (Centro de Pesquisas e Previsões Meteorológicas) da Ufpel (Universidade Federal de Pelotas). Nas demais regiões do estado, deve haver geada nas madrugadas e manhãs de sexta-feira e sábado.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line