Preso que teve coração arrancado em SC estava na cela com outras nove pessoas

As primeiras apurações da Polícia Civil de Blumenau apontam que Alexander Alves estava com outros nove detentos na cela quando foi assassinado e teve o coração arrancado do peito. O crime ocorreu na noite desta terça-feira (15) na Galeria G da Penitenciária de Blumenau. O rapaz morto tinha 27 anos e cumpria pena por tráfico de drogas.

Alexander Alves foi assassinado e teve o coração arrancado na Penitenciária de Blumenau – Foto: Reprodução/ND

As motivações e a forma como homicídio se deu ainda são desconhecidas, mas a polícia espera ter os esclarecimentos assim que ouvir Luiz Carlos Keller, de 24 anos. Ele dividia a cela com Alexander e assumiu a autoria do crime. O depoimento  está marcado para o fim da tarde desta quarta (16).

O objetivo é saber também se outros presos participaram do assassinato. De acordo com o delegado Rodrigo Raitz, Luiz está preso pelos crimes de roubo, posse de arma e por dois homicídios. Um deles em 2015, na cidade de Pinhalzinho, no Oeste de Santa Catarina, e outro no Presídio Regional de Blumenau, em 2018.

Segundo a polícia, Luiz Carlos Keller se apresentou como autor do crime – Foto: Reprodução/ND

Leitores On Line