Prefeitura de Xanxerê investiga falhas em velório de vítima com coronavírus

Idoso de 83 anos chegou a ficar internado e recebeu alta na quarta-feira. Resultado do exame saiu após o registro do óbito, segundo a Vigilância Epidemiológica. Velório de idoso de 83 anos é interrompido em Xanxerê
A Prefeitura de Xanxerê, no Oeste catarinense, está investigando os procedimentos adotados durante o velório de um homem de 83 anos, na quinta-feira (23), que morreu após ter contraído o coronavírus. A vítima chegou a ficar internada para cuidados paliativos e recebeu alta na quarta-feira (22) sem ter o resultado do exame para Covid-19.
A morte foi registrada durante a noite de quarta. A Secretaria Municipal de Saúde afirmou que recebeu o resultado positivo do exame para a doença na manhã do dia do óbito.
“Assim que a Vigilância Sanitária tomou conhecimento dos fatos, foi ao local e fez a interdição do mesmo, determinando o imediato sepultamento da vítima. Mas mesmo assim o velório não poderia ter acontecido, pois em casos suspeitos também não pode haver velório”, informou por meio de nota a administração.
O Hospital Regional São Paulo, onde o idoso ficou internado, disse que paciente em questão estava sob cuidados paliativos e foi uma opção da família levá-lo para casa. A unidade de saúde informou que comunicou a Vigilância sobre a alta para o acompanhamento do caso.
“No momento da alta ainda não havia chegado o resultado do Lacen do exame para Covid-19, porém, a família foi orientada pela equipe sobre como proceder tanto quanto aos cuidados de isolamento domiciliar e manuseio do paciente, como em caso de óbito, por se tratar de um paciente suspeito de Covid-19”, disse.
O G1 SC não conseguiu contato com a família e a funerária responsável pelo velório até esta publicação.

Com Agências