Prefeitura de SFS realiza fiscalização intensa durante fim de semana

O principal tipo de denúncia foi o de aglomeração em áreas públicas

Em três dias de fiscalização, mais de 130 denúncias foram atendidas em São Francisco do Sul. Este foi o fim de semana que entrou em ação a equipe de call center e as cinco equipes de fiscais rodando pelo município. A maior incidência de denúncias continua sendo nos Balneários, com 78 ocorrências de sexta a domingo. Em segundo lugar, os bairros do Centro, com 39. O principal tipo de denúncia foi o de aglomeração em áreas públicas, foram mais de 60 em lugares como praias e calçadões.a

Para o fiscal da Vigilância em Saúde de São Francisco do Sul, Sérgio Torres de Oliveira, os maiores problemas continuam sendo de aglomerações em áreas públicas e privadas. “Os fiscais estão sendo incansáveis neste momento tão difícil, mas precisamos também da colaboração da população. Estamos enfrentando um problema sério. Foi um fim de semana intenso com muitos casos de aglomero em praias, pista de skate e festas em residências. Seguimos fazendo o nosso máximo, mas também precisamos da colaboração de todos”, ressalta.

Sérgio também afirma que foram poucos os comércios que não atenderam o decreto da Prefeitura, que estipula horário de abertura e fechamento dos espaços. “A maior incidência foi em bares e restaurantes. O decreto estipula o fechamento às 21h, com possibilidade de delivery até as 23h, mas com as portas fechadas e sem atendimento presencial ao público. Esperamos que no próximo fim de semana esse tipo de ocorrência diminua”, salienta.

Outro problema encontrado durante o fim de semana pelos fiscais foi o de festas em residências e aglomeração de pessoas e veículos com som alto na Praia Grande. Foram 16 ocorrências deste tipo. No Ervino, por exemplo, os fiscais atenderam uma denúncia de uma festa com mais de 20 pessoas em uma residência. Em casos de festas e demais aglomerações em residências ou espaços alugados, o proprietário do imóvel está sujeito a multa e responsabilidade criminal.

Nas praias, ocorreu o padrão de pessoas nas faixa de areia, com guarda-sol, cadeiras e demais aglomerações. Os fiscais também entraram em ação nessas ocorrências, realizando a orientação e informando mais uma vez sobre o decreto municipal n° 3.394 e o decreto estadual n° 724, que proíbe a permanência e a aglomeração de pessoas em áreas públicas como, por exemplo, praias, calçadões, parques e praças. Após a ação, os moradores e turistas deixavam a área pública.

O call center e as cinco equipes de fiscalização da Prefeitura atendem de segunda a segunda, das 8h às 23h. Para entrar em contato é só ligar para os telefones 3471-2298 ou 3471-2299. Para facilitar o acesso da população, o morador também pode entrar em contato via WhatsApp, pelo 3471-2299, número residencial que funciona no aplicativo de mensagens via ferramenta “business”. Após as 23h, os atendimentos devem ser realizados no 190, da Polícia Militar.

Com Agências

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line