Polícia prende outro suspeito pela morte de casal em Jaguarão


Segundo a polícia, homem de 19 anos é suspeito de executar o crime encomendado pelo filho das vítimas. Paulo Adão Almada Moraes, de 50 anos, e Manoela Renata Araújo Chagas, de 40, foram mortos a tiros na sexta-feira (11). A Polícia Civil prendeu, na tarde desta segunda-feira (14), outro suspeito de envolvimento na morte de um casal em Jaguarão, no Sul do estado. Segundo a delegada Juliana Garrastazu Ribeiro, ele é suspeito de ter atirado em Paulo Adão Almada Moraes, de 50 anos, e Manoela Renata Araújo Chagas, de 40.
A polícia cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência do jovem de 19 anos. No local, foram encontradas munições.
“Na casa dele foram encontrados três estojos deflagrados de munição calibre .22, o mesmo calibre da arma utilizada no crime”, diz Juliana.
De acordo com a delegada, ele foi preso preventivamente e prestou depoimento na delegacia, mas negou envolvimento no crime.
Jovem de 20 anos, suspeito de encomendar a morte dos pais em Jaguarão, foi preso no domingo (13)
Polícia Civil/Divulgação
No domingo (13), a polícia havia detido o filho das vítimas, de 20 anos. Conforme a delegada, ele planejou a morte dos pais por cerca de dois anos. O casal foi baleado na cabeça enquanto dormia, por volta das 4h30 de sexta-feira (11), e não resistiu aos ferimentos.
“Em princípio, ele não foi o executor dos disparos. Mas toda a elaboração do projeto, o planejamento do delito, é dele”, disse a delegada.
Ele está no presídio da cidade e deve ser indiciado por duplo homicídio qualificado. De acordo com a Polícia Civil, não tem antecedentes criminais.
Homem é preso suspeito de envolvimento na morte dos pais em Jaguarão
Leitores On Line