Polícia faz operações contra suspeitos de agressões e danos ao patrimônio, no Grande Recife

Justiça determinou extinção das organizadas em fevereiro deste ano. Ações são referentes a grupos diferentes. A Polícia Civil desencadeou, nesta terça-feira (15), duas operações que têm como alvos integrantes de torcidas organizadas suspeitos de praticar crimes como danos ao patrimônio, corrupção de menores e lesão corporal, no Grande Recife. Ao todo, foram emitidos 11 mandados de prisão e 8 mandados de busca e apreensão pela Justiça.
As investigações começaram em janeiro de 2020. Em fevereiro deste ano, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decidiu pela extinção compulsória de três torcidas organizadas do Sport, Santa Cruz e Náutico.
Os mandados foram para alvos no Recife, em Camaragibe, Abreu e Lima e Itamaracá, as três última cidades na Região Metropolitana.
Extinção das organizadas
A decisão de extinguir as torcidas veio após um pedido do governo estadual. A Justiça, então, julgou as ações que pediam o encerramento das atividades das torcidas organizadas da Jovem, Inferno Coral e Fanáutico.
Polícia Civil abre inquérito para investigar briga entre torcidas na festa do Santa Cruz
No dia 3 de fevereiro, uma briga entre grupos rivais interrompeu a festa de 106 de fundação do Santa Cruz, no Centro do Recife. Na data, houve tumulto, disparos de balas de borracha pela Polícia Militar e detenções (veja vídeo acima).
No dia seguinte, foi registrada uma briga em uma estação de metrô, antes de uma partida do Sport.
Leitores On Line