Polícia Civil prende homem acusado de estuprar três filhos adotivos

O homem abusava de três crianças adotadas, sendo 2 meninas e 1 menino, todos irmãos. / Foto Polícia Civil / AJ

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Araquari, cumpriu, na tarde desta quarta-feira (15), mandado de prisão expedido contra homem investigado pelo estupro de vulnerável de seus filhos adotivos.

Entenda o caso: 3 crianças foram adotadas, sendo 2 meninas e 1 menino, todos irmãos. A esposa trabalhava fora enquanto o marido trabalhava em casa e ficava a maior parte do tempo cuidando das crianças.

Depois de certo tempo de abusos, uma das crianças resolveu contar os fatos para uma tia, que avisou a mãe adotiva das crianças. A Polícia Civil foi acionada e iniciadas as investigações. Foram tomados depoimentos e realizados exames periciais e psicológicos e comprovados os abusos. Também foram concedidas medidas protetivas de urgência para as crianças.

Com a avanço das investigações, foi verificado que as crianças eram ameaçadas com um chicote improvisado feito com fio de eletricidade e que os abusos eram constantes. Foi representada pela prisão preventiva do investigado e deferido o pedido pelo Poder Judiciário. O Ministério Público, de plano, já ofereceu denúncia contra o agressor, iniciando o processo criminal.

Depois de preso, o investigado foi interrogado e indiciado pela Polícia Civil pela prática de 418 estupros de vulnerável, 2 estupros e 2 crimes de satisfação da lascívia na presença de criança.
O inquérito foi concluído e os autos enviados ao Poder Judiciário. O indiciado foi encaminhado para a Unidade Prisional Avançada – UPA de São Francisco do Sul, onde ficará à disposição da Justiça.

Com Agências