PF aponta ‘estrutura autônoma e profissional’ para pagamento de caixa 2 a Serra

O delegado da Polícia Federal Milton Fornazari Junior afirmou hoje que, para repassar R$ 5 milhões de caixa 2 para José Serra em 2014, José Seripieri Júnior, da Qualicorp, usou empresas que “simulavam negócios jurídicos” para justificar a transferência dos valores.

“Foi criada estrutura financeira autônoma e profissional para que os recursos fossem repassados de maneira dissimulada visando a impedir que as autoridades estatais tivessem o conhecimento daquela fraude”, afirmou.

Segundo ele, os valores foram repassados por meio de uma gráfica, uma empresa de eventos que comercializava camarotes de Fórmula 1 (LRC Eventos e Promoções, citada por Joesley Batista em delação) e a Titans Group, empresa especializada em marketing digital.

Com Agências

Leitores On Line