Pelé 80 anos: edição histórica de PLACAR homenageia o Rei do Futebol

Capa da Revista Placar em homenagem aos 80 anos de Pelé –Divulgação/Placar

O mundo do futebol já se prepara para a festa: no próximo dia 23 de outubro, Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé , completa 80 anos de vida. A revista PLACAR, apenas três décadas mais jovem e de história indissociável à do camisa 10 – basta dizer que a edição inaugural, de março de 70, trazia Pelé na capa e vinha com um brinde, uma moeda com a efígie do craque –  nem sequer esperou o décimo mês do ano chegar. A partir desta sexta-feira, 17, chega às bancas de todo o Brasil a edição de setembro, especialíssima, histórica, que traz um compilado de grandes reportagens sobre o Rei do Futebol, escolhidas e comentadas por ele próprio. A edição digital também já está disponível para dispositivos iOS e também Android.

Clique aqui e assine PLACAR com preço especial, a partir de 8,90 reais por mês!

“Perto de completar 80 anos, sinto enorme satisfação em ver que tanto eu como a PLACAR seguimos firmes na defesa do amor pelo futebol”, comentou Pelé, o “editor” da edição. Dentre os memoráveis conteúdos sobre o gênio nascido na pequena Três Corações, interior das Minas Gerais, em 23 de outubro de 1940, destacam-se entrevistas contundentes, ensaios fotográficos, matérias especiais, e até um reencontro promovido pela revista com um de seus melhores parceiros, Mané Garrincha.

Uma das matérias especiais, publicadas em fevereiro de 1989, recuperou os primeiros passos de Pelé e de outros dez garotos que o acompanharam nas categorias de base do Bauru Atlético Clube, o BAC. O texto, rememorada nesta edição, rendeu aos autores, Kátia Perin e Edson Rossi, o Prêmio Esso daquele ano (entregue de 1955 a 2014, era considerado a maior premiação do jornalismo brasileiro). PLACAR também esteve na cola do Rei em suas despedidas no Santos, na seleção brasileira e no New York Cosmos, e também no jogo número 1.000 de sua carreira, no Suriname, onde Pelé vestiu uma camisa comemorativa preparada pela revista.

O futebol está em festa. Confira, abaixo, a carta ao leitor desta edição e longa vida ao Rei!

UM GOL COMO PELÉ

Como uma frase de Carlos Drummond de Andrade inspirou PLACAR a convidar o Rei do futebol para editar a revista histórica em torno de seus 80 anos

Continua após a publicidade

O que mais dizer de Pelé, de Pelé aos 80 anos, o octogenário que um dia, aos 17 anos, assombrou o mundo? Nada. Carlos Drummond de Andrade escreveu, numa crônica de 28 de outubro de 1969, na véspera do milésimo no Maracanã, que “o difícil, o extraordinário, não é fazer mil gols, como Pelé; é fazer um gol como Pelé”. A redação de PLACAR passou um bom tempo tentando imaginar o que seria, para seus leitores, no casamento de grandes reportagens com fotos inesquecíveis, o equivalente a um gol de Pelé. A solução, e parecia não haver outra: pedir ao próprio Rei do futebol que chutasse a bola e editasse a revista de colecionador destinada a celebrar suas oito décadas de vida.

Mergulhamos nos fantásticos arquivos do Dedoc, o Departamento de Documentação da Editora Abril, e deles extraímos uma variedade riquíssima, de imenso valor histórico, de textos e fotografias sobre o camisa 10. Reunimos o material em blocos, em cuidadosa lapidação de tudo o que foi publicado desde 1970, o ano do tricampeonato no México. Com a ajuda de um dos mais próximos assessores e amigos do ex-jogador, o empresário Pepito Fornos, o lote chegou às mãos do craque eterno no Guarujá, onde ele tem mantido a quarentena, com sua mulher, nesse tempo de pandemia.

Pelé riu, chorou, se espantou — disse já não se lembrar de muitos capítulos da bela aventura registrada em cores e em preto e branco e comentou cada uma das reportagens, compiladas pelo editor Gabriel Grossi. É, enfim, uma edição especialíssima de PLACAR sobre Pelé anotada pelo próprio Pelé. Com o perdão da autossuficiência, só mesmo a mais longeva (50 anos) e respeitada publicação de esportes do Brasil poderia fazer um gol como Pelé.