PCdoB desiste de candidatura e deve apoiar o PT para a Prefeitura do Rio

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) vai apoiar a candidata do Partidos dos Trabalhadores (PT) Benedita da Silva na disputa pela Prefeitura do Rio nas eleições municipais deste ano.

Em uma carta enviada à militância do PCdoB, divulgada nesta terça-feira, a então pré-candidata do partido, deputada estadual Rejane de Almeida, conhecida como Enfermeira Rejane, diz que uma orientação a nível nacional resultou em uma “nova conformação num processo de aliança e de retirada do protagonismo do partido na disputa pela Prefeitura do Rio”.

“Acato a decisão de meu partido de retirar minha candidatura à prefeita do RIO cidade que está gravada no meu coração e mente e é parte de minha identidade”, diz Rejane na carta.

O PT anunciou a pré-candidatura da deputada federal Benedita da Silva à prefeitura do Rio, após o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) desistir da disputa. Benedita tinha um acordo para ser vice numa chapa de coalizão encabeçada por Freixo.

Freixo concorreria ao cargo pela terceira vez, depois de ficar em segundo lugar nas disputas de 2012 contra o ex-prefeito Eduardo Paes e de 2016 contra Marcelo Crivella. Em entrevista ao GLOBO, Freixo explicou que não iria mais participar das eleições porque não formou um frente ampla com os partidos de esquerda.

O deputado chegou a avaliar nos últimos dias voltar à disputa eleitoral após as denúncias contra Eduardo Paes (DEM) e Marcelo Crivella (Republicanos), mas a intenção esbarrou em divergências no próprio partido, que anunciou a candidatura de Renata Souza em convenção municipal. Neste sábado, ele confirmou que não voltará ao páreo.

O PT ainda não oficializou a candidatura de Benedita da Silva, o que deve ocorrer nos próximos dias.

Leitores On Line