O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) reabriu nesta semana o Parque Nacional da Serra dos Órgãos. A visitação pública acontecerá de “forma gradual obedecendo todas as orientações e medidas de prevenção, conforme recomendação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde (OMS)”, informa.De acordo com o ICMBio, a visitação ao Complexo do Dedo de Deus vai seguir regras rígidas, que incluem limitação de vagas diárias para visitação e o acesso só será permitido mediante agendamento prévio. O Termo de Conhecimento de Riscos e Normas (TCRN), disponível em: icmbio.gov.br/parnaserradosorgaos, é indispensável ao procedimento de acesso e agendamento. O visitante deverá enviar o TCRN para o ICMBio pelo e-mail usopublico.parnaso@icmbio.gov.br, com antecedência mínima de 48 horas de sua visita, e somente deverá realizar sua visita após receber a confirmação de vaga e de agendamento para o atrativo escolhido.

Novas regras para a visitação do Parque Nacional da Serra dos Órgãos:

O acesso ao Escalavrado será permitido para grupos de até 6 integrantes e terá limite diário de 40 visitantes. Para outros atrativos como o Dedo de Deus, Dedo de Nossa Senhora e Cabeça de Peixe, será permitido grupos de até 3 integrantes com limite diário de 12 visitantes para cada uma dessas montanhas.

Regras Gerais:

É obrigatório: O uso de máscara de proteção. O distanciamento mínimo de 5 metros quando em deslocamento na trilha. Descartar adequadamente fora do Parque todo o resíduo produzido durante a visita. A utilização de equipamentos individuais exclusivos para a prática de montanhismo, escalada, rapel e demais esportes verticais. A utilização de tubo para acondicionamento de dejetos, em caso de necessidade, dada a indisponibilidade de banheiros.

Recomendações

Somente poderão visitar os atrativos do Parque aqueles que estiverem saudáveis e que não tenham apresentado sinais e sintomas de COVID-19 nos últimos 14 dias nem contato com pessoas com suspeita de contaminação. Todas as áreas acessadas neste Complexo e suas áreas adjacentes são áreas de escaladas em rocha, incluindo o Escalavrado, cuja via normal tem um nível de dificuldade mais baixo do que as outras montanhas.

Para a ascensão dessas montanhas, é necessário ler e seguir as recomendações elaboradas pela Federação de Esportes de Montanha do Estado do Rio de Janeiro (FEMERJ), acesse aqui.