Paraná entregou auxílio de R$ 50 para compra de alimentos a 541 pessoas que já morreram, aponta levantamento


Recursos fazem parte do programa ‘Comida Boa’, do governo estadual. Controladoria-Geral do Estado diz que cruzou dados e suspendeu benefício antes do repasse da terceira parcela. Cartões do Comida Boa concedem auxílio de R$ 50 para compra de alimentos

O Governo do Paraná entregou vales de R$ 50 do programa “Comida Boa” para 541 pessoas que já morrerem, conforme levantamento feito pela Controladoria-Geral do Estado (CGE) divulgado nesta segunda-feira (20).
O programa concede auxílio para compra de alimentos para pessoas inscritas no Cadastro Único do governo federal e microempreendedores que ficaram sem renda durante a pandemia de Covid-19.
Segundo o governo, o benefício foi suspenso para os beneficiários identificados antes do repasse da terceira parcela do auxílio, que foi depositada no sábado (18).
A CGE informou que descobriu a entrega para pessoas que já morreram após cruzar informações dos bancos de dados do governo federal e do Comida Boa.
A Controladoria identificou ainda que, dos 541 cartões entregues, houve o uso de 289 vales, o que representa um gasto de R$ 17,2 mil em compras pelo programa.
O controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, disse que os números de CPF dos beneficiários identificados estão cadastrados no Sistema Nacional de Óbitos. Segundo ele, a CGE deve fazer ainda um segundo levantamento.
“Se comprovada a irregularidade, vamos destinar essas informações para os órgãos de segurança pública do Estado do Paraná para agir dentro dos preceitos da lei e da ética”, afirmou.
Siqueira ainda levantou a possibilidade de poder haver algum equívoco no cadastro do governo federal. Por conta disso, pessoas que acharem que tiveram o benefício suspenso de forma indevida podem entrar em contato pelo telefone 0800 200 4150 ou ir até o local onde foi feita a retirada do cartão.
Comida Boa
A entrega dos vales do Comida Boa começou em maio no Paraná. A Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento (Seab) disse que emitiu mais de 1 milhão de cartões.
O programa integra um pacote de medidas sociais anunciadas pelo governo devido à pandemia.
Cerca de 800 mil vales foram entregues em todo o estado, gerando R$ 77,5 milhões em compras nos dois primeiros meses do programa.
Mais de 200 mil paranaenses que tinham direito ao vale não utilizaram o benefício, segundo o governo. A distribuição dos vouchers foi suspensa em 14 de julho.
O programa custou R$ 100 milhões, de acordo com a gestão estadual.

Com Agências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.