Outra novela: banimento do WeChat nos Estados Unidos é bloqueado por juíza da California

Enquanto o TikTok está, finalmente, diante de uma saída para seu banimento dos Estados Unidos, após o aplicativo chegar a um possível acordo com o Walmart e a Oracle, com a “benção” do presidente norte-americano Donald Trump, o mesmo não pode ser dito do WeChat – mensageiro que também possui origem chinesa.

Assim como o TikTok, o aplicativo também recebeu, em agosto, um prazo de 45 dias para resolver as pendências com o país, caso contrário seria banido e seus downloads na Playstore, do Google, e App Store, da Apple, seriam bloqueados.

O prazo chegaria ao fim hoje (20), data na qual o aplicativo finalmente seria bloqueado para novos downloads. No entanto, a decisão de uma juíza da California pode adiar essa sentença. A magistrada, Laurel Beeler, disse em seu relatório que alguns usuários do aplicativo de mensagens apresentaram “questões sérias relacionadas ao mérito da reivindicação da Primeira Emenda, o equilíbrio das dificuldades favorece os demandantes.”

Clique aqui para ler mais

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line