Os R$ 145 milhões do “MDB da esquerda”

De olho em 2022, Flávio Dino quer fundir PSB e PCdoB.“Com a fusão, seria possível tocar um fundo eleitoral de mais de 145 milhões de reais, valor superior ao que é recebido por PSDB, DEM e PP”, diz O Globo.

“A interlocutores, Dino chama o projeto de ‘MDB da esquerda’, pois acredita que poderá trazer para o novo partido vários nomes insatisfeitos com os rumos das suas próprias legendas. Um dos exemplos é o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ)”.

Com Agências