Operação prende integrantes de facções que disputavam controle do tráfico em São José de Ribamar


Ao todo, 18 pessoas foram presas nesta sexta-feira (24) em cinco bairros do município. Mais de 200 policiais, entre civis e militares, participaram da operação. Mega operação conjunta das polícias Civil e Militar do Maranhão prende integrantes de facções criminosas em São José de Ribamar (MA)

Uma operação realizada nesta sexta-feira (24) pelas polícias Civil e Militar do Maranhão prendeu 18 pessoas suspeitas de integrar facções criminosas que atuavam no município de São José de Ribamar, localizado na Região Metropolitana de São Luís. Segundo as investigações, as facções disputavam o controle do tráfico de drogas, expulsavam moradores, praticavam homicídios e eram responsáveis por tiroteios na região.
Segundo a polícia, mais de 200 policiais, entre civis e militares, participaram da operação ‘Poder Paralelo’, cumpriram 24 mandados de prisão e busca e apreensão em cinco bairros do município. Ao todo, 17 pessoas foram presas por envolvimento com os crimes e uma por posse ilegal de arma de fogo.
De acordo com o delegado Carlos Alessandro, superintendente da Polícia Civil em São Luís, a polícia continua realizando outras diligências na região para localizar e prender outros envolvidos nos crimes.
“As prisões preventivas foram expedidas pela 1ª Vara da Comarca da Grande Ilha, que são relacionadas a um trabalho investigativo que estava sendo realizado desde meados do mês de janeiro. A Polícia Civil começou a receber uma sucessão de notícias que davam a entender que um confronto entre duas facções criminosas no município de São José de Ribamar.
Operação ‘Poder Paralelo’ foi realizada em bairros de São José de Ribamar (MA)
Divulgação/Polícia Civil e Militar do Maranhão
Com os suspeitos, foram apreendidos uma pistola, 11 kg de maconha em tabletes e 132 pacotes da mesma substância, prontas para consumo. A polícia também apreendeu 34 porções de pasta base de cocaína, 1.500 pinos para comercialização de cocaína, 83 pinos prontos para uso.
Dois cadernos que eram usados para a contabilidade das drogas comercializadas foram confiscadas pela polícia. Após as prisões, os suspeitos foram levados para o Sistema Penitenciário do Maranhão onde vão permanecer à disposição da justiça.

Com Agências

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line