Operação contra o crime organizado é realizada na rodovia Régis Bittencourt


‘Operação Divisas Integradas II’ combate organizações criminosas que atuam principalmente com o tráfico de drogas e de armas na divisa de São Paulo e Paraná. Registro recebe base móvel da Polícia Militar durante operação no Vale do Ribeira
Rinaldo Rori/G1
A Operação ‘Divisas Integradas II’ é realizada nesta terça-feira (15) e visa combater a ação de organizações criminais nos municípios às margens da Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), na região do Vale do Ribeira. A operação conta com equipes da Polícia Civil e Militar e com o apoio do Corpo de Bombeiros, do Exército do Brasil, da Polícia Federal e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).
A Operação conta com mais de 7,8 mil policiais, 2 mil viaturas e 21 aeronaves, além de drones, cães e embarcações, para a realização de patrulhamento e execução de mandados de prisão e de busca e apreensão na divisa entre os estados de São Paulo e Paraná.
Em Registro, a Polícia Militar instalou uma base móvel para coordenar as atividades de fiscalização. Em entrevista à TV Tribuna, o comandante da PM na região, coronel Cássio Araújo de Freitas disse que, em grandes operações, é muito importante concentrar as informações em apenas um local para tomar decisões.
“Essa é uma operação integrada que visa unir esforços para dar mais segurança não só na nossa região, onde sabidamente temos indicadores criminais baixos e esperamos que se mantenham sempre assim, mas também por conta do impacto que o transporte de drogas e de descaminho que passa por essa região e pode impactar outras regiões do Estado de São Paulo e do Paraná”, explicou.
Além da Rodovia Régis Bittencourt, a operação acontece no eixo das rodovias Raposo Tavares (SP-270) e Transbrasiliana (SP-153), nos limites entre São Paulo e Paraná. A ação integrada também visa intensificar a fiscalização à passagem do tráfico de drogas, armas e contrabando pela região.
Leitores On Line