requestAnimationFrame(function ()
{
setTimeout(function ()
{
window._perfMarker && window._perfMarker(“TTVR.ArticleContent”, true, true);
define(“c.articleContent”, 1);
}, 0);
});





© Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press – 25/5/20
Apesar das limitações no transporte, o EM flagrou, nos últimos meses, superlotação e pontos de embarque cheios em diversas áreas da capital


Depois de quase dois meses de restrições de horários de funcionamento, o transporte por ônibus em Belo Horizonte voltará a funcionar durante todo o dia nos fins de semana e feriados, a partir deste domingo. A decisão, divulgada pela BHTrans, autarquia que controla o trânsito na capital, atende à reabertura dos bares e restaurantes, programada para a próxima sexta-feira.

Desde julho, quando o Decreto Municipal 17.383 foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM), os coletivos na capital mineira passaram a circular das 6h às 9h59 nos fins de semana e das 16h às 19h59 nos feriados. As linhas alimentadoras ficavam disponíveis até as 20h59. As medidas que restringiram a circulação dos coletivos foram tomadas com o fechamento do comércio, no fim de junho, como parte das determinações para conter a contaminação pelo novo coronavírus.

No entanto, com a flexibilização do funcionamento de bares e restaurantes, a tendência é de que o transporte público da capital tenha aumento da demanda, diante do retorno ao trabalho dos funcionários de bares e restaurantes. A mudança no esquema do funcionamento dos ônibus já havia sido adiantada pelo secretário municipal de Saúde, Jackson Machado.

“O transporte público vai ter que ser adequado, porque as pessoas que trabalham nos bares e restaurantes vão ter que se locomover tanto para ir trabalhar quanto para voltar para casa. A BHTrans vai fazer essas mudanças de acordo com a necessidade”, afirmou Jackson, em recente entrevista à rádio CBN.

Apesar da volta da circulação dos ônibus durante todo o dia nos fins de semana e feriados, o Decreto 17.362 da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) continua valendo. O texto limita a quantidade de pessoas por coletivo, que varia de acordo com o modelo – 20 usuários para os ônibus articulados, 10 para os ônibus convencionais e padrão Move, e cinco para os miniônibus. Além disso, a portaria estabelece também que todos os veículos devem disponibilizar dispensadores de álcool em gel em seu interior.

Durante o tempo em que a restrição da circulação de ônibus esteve em vigor, era muito comum ver passageiros confusos em pontos de embarque e desembarque. No primeiro fim de semana da medida, por exemplo, reportagem do Estado de Minas constatou, em várias áreas da capital, a desinformação e indignação dos usuários, que reclamaram do decreto.

Metrô





© Edésio Ferreira/EM/D.A Press – 24/6/20
Estação do metrô: companhia suspendeu prazo de validade de concurso público que se estenderia até dezembro

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) suspendeu o prazo de validade do concurso público Edital 001/2016, que teria vigência até 27 de dezembro. 

A alteração foi publicada pela Superintendência Regional de Trens Urbanos de Belo Horizonte (STU-BH) na edição da última sexta-feira no Diário Oficial da União. O prazo voltará a ser contado após o término da pandemia do coronavírus.

A medida, prevista na Lei Complementar 173/2020, estabelece a suspensão de validade dos concursos públicos já homologados em todo o território nacional até o término da vigência do estado de calamidade pública estabelecido pela União.

A CBTU informou que a aprovação e classificação final no concurso não asseguram ao candidato o direito de ingresso automático no cargo. O direito garantido é o de ser contratado segundo a ordem classificatória, ficando a admissão condicionada à disponibilidade orçamentária. No período de suspensão, poderão ocorrer convocações, limitadas às reposições decorrentes de vagas já existentes.

Ainda de acordo com a companhia, será de sua exclusiva responsabilidade manter atualizados o endereço e telefone dos concursados junto à companhia. Se necessário, o candidato pode realizar essa alteração por meio de carta protocolada na sede da empresa, das 9h às 16h: CBTU-STU/BH – Gerência Desenvolvimento de RH – Rua Januária, 181, Bairro Floresta – CEP 31110-060.

Leia Mais