OMS diz que imunidade de rebanho ‘não é solução’ e pede ‘fim do nacionalismo da vacina’

 O diretor do programa de emergências da OMS, Michael Ryan, disse hoje que o mundo está muito longe do nível de imunidade necessário para frear o novo coronavírus.

“Precisamos focar no que realmente podemos fazer para suprimir a transmissão e não viver na esperança de que a imunidade de rebanho seja nossa salvação. No momento, isso não é uma solução.”

Maria Van Kerkhove, também da OMS, acrescentou que “o que sabemos dos estudos atualmente é que menos de 10% da população tem evidência de anticorpos contra o Sars-CoV-2”.

Essa porcentagem pode chegar a 25% em grupos como o de profissionais da saúde, mas a entidade afirmou que a maior parte da pessoas ainda permanece suscetível à doença.

Na mesma coletiva, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu o fim do que ele chamou de “nacionalismo da vacina” contra a Covid-19.

“Ninguém está seguro até que todos estejam seguros.”

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line